Skid Row: Entenda que a vida segue sem Sebastian Bach

Resenha - Thickskin - Skid Row

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jorge Mezzomo Neto
Enviar Correções  

8


Dentre todas as bandas que surgiram no estouro do Hard Rock ocorrido entre o meio dos anos 80 e começo dos anos 90, o Skid Row juntamente com o Mötley Crüe talvez tenha sido uma das representantes que mais tenha flertado com o Metal. Mesclando riffs pesados com o extenso alcance vocal de Sebastian Bach, a banda conseguiu a simpatia até mesmo do público que não havia sucumbido à onda glam da época.

Com a saída do vocalista depois da turnê de lançamento do disco Subhuman Race, a banda decidiu traçar novos rumos e chamou em 2003 o, até então, pouco conhecido Johnny Solinger para assumir os vocais da banda. Com visível influência country, fato determinante na drástica mudança de estilo da banda, o texano segue ainda sendo pouco aceito pela grande maioria dos (ainda) fãs do Skid Row.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seu primeiro trabalho, intitulado Thicksin, retrata exatamente o novo direcionamento da banda. Se para os mais conservadores o resultado é trágico, para quem ouvir o disco sem imaginar que é o velho Skid Row tocando, a ideia é totalmente oposta. Embora a banda erre feio ao fazer uma versão hardcore de "I Remember You" e mostre pouca inspiração em composições como "Hittin' a Wall", a maior parte do CD é absolutamente audível. Coincidência ou não, os grandes destaques vão para as faixas "One Light" e "See You Around" que mostram que a banda não perdeu a mão em compôr canções mais cadenciadas aonde é revelado o verdadeiro talento de Johnnie. Outras que merecem lembrança são "Down from Underground", "Ghost" e "Born a Beggar" que, embora, não lembrem absolutamente em nada clássicos como "Youth Gone Wild", "Monkey Business", ainda tem seu valor em termos de composição. Não é uma heresia dizer que, em dados momentos, o som lembra Bush ou, até mesmo, Matchbox 20.

O disco é daqueles que se pode colocar no carrosem se preocupar em pular de faixa. Agora, se você está procurando um grande trabalho instrumental, está o fazendo no lugar errado. O disco é pobre em se falando de solos, linhas de baixo e, muito menos, rolos furiosos de bateria. A banda dá impressão que não apenas substituiu o vocalista, mas todo o restante também.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O trabalho é diferente. Porém, acredite, está longe de ser ruim.

Johnny Solinger – voz
Scotti Hill – guitarra
Dave Sabo – guitarra
Rachel Bolan – baixo
Phil Varone – bateria

1. "New Generation" - 3:18
2. "Ghost" (Bolan, Sabo, Damon Johnson) - 3:54
3. "Swallow Me (The Real You)" - 3:38
4. "Born a Beggar" (Bolan, Sabo, Scotti Hill, Sean McCabe) - 4:28
5. "Thick Is The Skin" - 3:48
6. "See You Around" (Bolan, Sabo, Johnson) - 4:19
7. "Mouth of Voodoo" (Bolan, Sabo, Johnny Solinger) - 4:26
8. "One Light" - 4:07
9. "I Remember You II" - 3:20
10. "Lamb" - 3:41
11. "Down from Underground" (Bolan, Sabo, Johnson) - 4:35
12. "Hittin' a Wall" (Bolan, Hill, Sabo) - 3:06

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Thickskin - Skid Row

Resenha - Thickskin - Skid Row

Resenha - Thickskin - Skid Row




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rob Zombie: sua lista dos 5 Melhores Filmes de ZumbisRob Zombie
Sua lista dos 5 Melhores Filmes de Zumbis

Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"


Sobre Jorge Mezzomo Neto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336 Goo728 Cli336 Goo336