Reflections Of A Dying World: Thrash e nuances de Death melódico

Resenha - Reflections Of A Dying World - An Act of Treachery

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Leandro Fernandes, Fonte: Blog Arte Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A diversificação existente hoje no cenário do Metal é imensa. Bandas que surgem procuram fazer um som inovado e atraente, deixando assim o fã ou apreciador do estilo com uma ótima impressão sobre o trabalho da banda. Os caras do An Act of Treachery fizeram exatamente isso, procuraram fazer um som de aceitação desejável e sem deixar a coisa desandar para os clichês que hoje existem aos montes.
5000 acessosHistóricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars5000 acessosSeparados no nascimento: Klaus Meine e Kiko do Chaves

Com um som dosado no Thrash e nuances de um Death melódico, a qualidade impressiona devido a cada música soar com grande originalidade e também com certa coerência para não se tornar apenas mais uma banda na cena. Guitarras com bons riffs, velocidade sem exageros, cozinha bem organizada e de forma agressiva se cadencia, bem ao demais com um vocalista que sabe bem usar os timbres.

O disco contém onze músicas de puro peso sem deixar o ouvinte se cansar. Um belo exemplo é a faixa de abertura In Chains que entra com todo mundo trabalhando, vocal, guitarras, cozinha mostrando que vem ‘chumbo grosso’. Seguindo para Wasted Life, com algo mais calmo no início entre pratos de bateria e dedilhados de guitarra, logo em seguida a música da lugar aos riffs e um vocal rasgado mas com bastante técnica. Com uma pegada mais Heavy Metal, Our Own Fault tem um refrão grudento, também se trata de uma música rápida, mas sem o peso idêntico das demais.

Interlude sequenciada por Drowning, mostra ser uma intro para uma espécie de ‘segunda parte’ do disco, dando uma pegada novamente mais Heavy, sem esquecer o vocal marcante e agressivo. God Of War mostra mais uma vez o grande talento de uma banda que com certeza fará mais e mais, contribuindo assim para o bem da nação que gosta de um peso cheio de variações e bastante técnica.

https://www.facebook.com/act.of.treachery?fref=ts
http://www.myspace.com/an.act.of.treachery
http://blogartemetal.blogspot.com.br/2014/05/an-act-of-treac...

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "An Act of Treachery"

HistóricasHistóricas
Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Klaus MeineKlaus Meine
A bizarra semelhança com Kiko, do Chaves

GênerosGêneros
O rock se firmou com características machistas

5000 acessosVanusa e Black Sabbath: a notável coincidência nos riffs5000 acessosEm 16/08/1977: Morre Elvis Presley5000 acessosIndústria: quanto $$$ ganham as bandas do "Time B" do Metal?5000 acessosJared Dines: o que acontece quando guitarristas usam drogas?5000 acessosElton John: músico diz que os Rolling Stones não são relevantes5000 acessosOzzy Osbourne: vídeo apresenta todos os seus guitarristas

Sobre Leandro Fernandes

Conheci o rock em 1992, tendo o primeiro disco do Iron Maiden. Com o passar dos anos me apeguei ao rock progressivo e tenho bandas como Pink Floyd, Jethro Tull, Rush e Uriah Heep sendo as favoritas. Profissional da área de T.I, casado e uma filha. Sempre buscando conhecimento no rock/metal em geral.

Mais matérias de Leandro Fernandes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online