Arnaldo Antunes: O tempo tem corrido muito bem a esse sujeito

Resenha - Acústico MTV - Arnaldo Antunes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Híbrido entre o concretismo e JOHNNY ROTTEN, ARNALDO ANTUNES é, possivelmente, o artista brasileiro mais interessante das últimas décadas. Incurso em projetos absolutamente dessemelhantes entre si, praticante fervoroso do conceito de mídia total em shape artístico e estabelecendo parcerias tanto com gente estabelecida quanto com ilustres desconhecidos, construiu uma discografia regular- abrilhantada por clássicos como 'Nome" (1993) e "O Silêncio" (1996) - mantendo uma integridade artística raríssima para os padrões atuais. Em 2012, após onze registros originais e dois ao vivo em carreira solo (com destaque para o ótimo "Ao Vivo Lá Em Casa" de 2010), foi lançado seu "Acústico", um dos últimos da finada franquia MTV Brasil.

Nando Reis: o que é Rock?Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria Bethania

Lançado no mesmo ano em que completou trinta anos de carreira- "coincidência", segundo declaração do próprio - o interesse maior do disco se encontra na diversidade do repertório- uma epítome da trajetória do músico e uma excelente fonte para iniciados. Apoiado por um instrumental enxuto e conciso, ARNALDO faz um mapeamento da carreira em uma paleta que, conforme ele, abrange 'músicas mais ligadas a questionamentos, ao comportamento subversivo e outras mais formais".

Transitando por temas gravados com os TITAS, TRIBALISTAS e carreira solo, o disco suporta o formato desplugado sem se afogar na banalidade que já marcou projetos semelhantes. "A Nossa Casa", "Debaixo d'Água", Sem Você" e "Música Para Ouvir" apresentam quase uma recriação de seus formatos originais, as batidaças 'Alma", "De Mais Ninguém" e "Socorro" (esta com um arranjo de banda de baile setentista interessantíssimo) renovam o folêgo original e as duas canções (então) inéditas, "Dentro de um Sonho" e "Ligado à Você" não comprometem. Quanto as regravações de 'Hereditário" e o medley de "O que /Comida" aí não tem jeito- estas só com os TITAS mesmo.

Em "Envelhecer", faixa que fecha o disco se ouve "Ser eternamente adolescente nada é mais démodé / com uns ralos fios de cabelo sobre a testa que não para de crescer /Não sei por que essa gente vira a cara pro presente e esquece de aprender /Que felizmente ou infelizmente sempre o tempo vai correr". Felizmente, o tempo tem corrido muito bem a esse sujeito.

Track List:
1. "A Casa é Sua"
2. "A Nossa Casa"
3. "Debaixo D'água"
4. "Dentro de um Sonho"
5. "Sem Você"
6. "Se Assim Quiser"
7. "De Mais Ninguém"
8. "Alma"
9. "Consciência"
10 "Até o Fim"
11. "Engrenagem"
12. "Pop Zen"
13. "O Seu Olhar"
14. "Ligado a Você"
15. "O Que / Comida"
16. "Fora de Si"
17. "Música para Ouvir"
18. "Envelhecer"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Arnaldo Antunes"Todas as matérias sobre "Titãs"


Nando Reis: o que é Rock?

Palmeiras: conheças os roqueiros alvi-verdes no dia do centenárioPalmeiras
Conheças os roqueiros alvi-verdes no dia do centenário

Titãs: Titanomaquia e um dos textos mais clássicos da crítica brasileiraTitãs
Titanomaquia e um dos textos mais clássicos da crítica brasileira

Top 30: Os clipes de rock nacionais mais acessados do YouTubeTop 30
Os clipes de rock nacionais mais acessados do YouTube


Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria BethaniaSeparados no nascimento
Ronnie James Dio e Maria Bethania

Guns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da bandaGuns N' Roses
álcool, drogas e intrigas nos primórdios da banda

Lemmy Kilmister: A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininhaLemmy Kilmister
A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha

Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusSteve Vai: O dia em que ele foi humilhado por ChimbinhaAxl Rose: o equívoco na escolha da capa de "Use Your Illusion"Helloween: Jack O. Lantern não foi o primeiro mascote da banda?

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n'roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336