Ratt: Em 1984 a banda lançava o clássico Out Of The Cellar

Resenha - Out Of The Cellar - Ratt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: IgorMiranda.com.br
Enviar correções  |  Ver Acessos

Ratt: "Out Of The Cellar"
Lançado em 27 de março de 1984

As raízes do Ratt vêm da cidade californiana de San Diego, Califórnia. O responsável pela fundação do grupo, ainda denominado Mickey Ratt, foi o vocalista Stephen Pearcy. Após várias formações e muita experiência, o nome Ratt foi assumido e todos os integrantes anteriores da banda com exceção de Pearcy (Chris Hager, Matt Thorr, Dave Alford e o famoso Jake E. Lee) saíram para formar o Rough Cutt.

A dupla de guitarristas Robbin Crosby e Warren DeMartini, o baixista Juan Croucier (também integrante do Dokken mas por pouco tempo) e o baterista Bobby Blotzer foram os escolhidos para integrar o grupo, reformulado. A banda gravou um EP auto-intitulado em 1983 que teve boa repercussão para um lançamento independente e foi o responsável pelo contrato que assinaram com a poderosa Atlantic Records no mesmo ano para lançar "Out Of The Cellar", a estreia em full-length do Ratt e provavelmente o trabalho de maior sucesso do quinteto.

O debut do Ratt foi lançado há exatos 30 anos, com a produção de Beau Hill, um dos grandes no meio do rock oitentista. Um dos discos de maior influência e importância no hard rock da década de 1980, "Out Of The Cellar" colaborou de forma significativa para popularizar o estilo, que se tornaria uma febre nos Estados Unidos.

Não dá para dizer que esse trabalho é "farofa", como alguns que viriam por meio desse estilo ainda na década de 1980. Apesar do clima festivo em todo o trabalho (dádiva de grupos como Van Halen, KISS e Aerosmith), "Out Of The Cellar" é muito bem trabalhado. Desde a cozinha de Blotzer e Croucier até as guitarras eficientes de Crosby e DeMartini - este, um dos melhores da época, acredito. Pearcy dá o toque final com muita personalidade.

O Ratt apresenta um híbrido interessante. Por mais que a perspectiva altamente hard rock do disco esteja presente em praticamente todas as faixas, há um pouco de heavy metal ao estilo Judas Priest aqui. Principalmente nas guitarras. Seja pelo estilo de riffs, por alguns solos ou até pelos timbres. Até o ano seguinte, aliás, hard rock e heavy metal andavam em parceria.

O sucesso comercial era inevitável. "Out Of The Cellar" vendeu um milhão de cópias em pouco tempo nos Estados Unidos e hoje a banda ostenta disco triplo de platina. O maior entre as músicas de divulgação é a clássica "Round And Round". Apesar dos bons trabalhos lançados na sequência (e também a boa repercussão futura), o grupo nunca mais conseguiu atingir o nível musical aqui conquistado.

Aqui está o Ratt em melhor forma. Tanto é que não consigo destacar nenhuma faixa em especial.

Stephen Pearcy (vocal)
Warren DeMartini (guitarra)
Robbin Crosby (guitarra)
Juan Croucier (baixo)
Bobby Blotzer (bateria)

01. Wanted Man
02. You're In Trouble
03. Round And Round
04. In Your Direction
05. She Wants Money
06. Lack Of Communication
07. Back For More
08. The Morning After
09. I'm Insane
10. Scene Of The Crime




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ratt"


Ratt: veja vídeos da apresentação da banda em Montclair, na Califórnia

Rock Nation: rádio elege melhor do Hard Rock dos 80sRock Nation
Rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

AIDS & Heroína: Os Últimos Dias de Robbin Crosby - Parte IAIDS & Heroína
Os Últimos Dias de Robbin Crosby - Parte I


Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Metallica: a capa do Death Magnetic lembra uma vagina?Metallica
A capa do "Death Magnetic" lembra uma vagina?


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336