RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Bathory Cover
Stamp

Deliverance: Escute o que eles tem a dizer!

Resenha - Hear What I Say! - Deliverance

Por Márllon Matos
Postado em 24 de dezembro de 2013

Desde o lançamento de As Above, So Below em 2007, o Deliverance acabou, retornou, planejou um álbum com a formação do primeiro álbum, acabou novamente e, enfim ressurgiu com este Hear What I Say ! que promete ser o derradeiro álbum da banda formada em 1985.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ano passado foi anunciado que Jimmy Brown II (vocal/guitarra) estava se reunindo com Mike Phillips (guitarra – JOIN THE DEAD,THE SACRIFICED, Ex- FASEDOWN), Manny Morales (baixo) e Jayson Sherlock (bateria – MORTIFICATION, PARAMAENCIUM, HORDE, entre outros) para a gravação deste álbum e mais ou menos do meio do ano, o programa de web rádio Metal Pulse, tocou uma versão demo não finalizada de "The Annals Of Subterfuge" (nome cogitado para ser título do álbum anteriormente) e com isso, despertou o interesse de todos os admiradores do grupo, pois o som remota fácilmente aos álbuns clássicos. Mas, infelizmente o álbum não supriu as expectativas de todos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado no dia 10 de dezembro deste ano, Hear What I Say! está muito mais para uma espécie de "Best of" da carreira do Deliverance do que um retorno às raízes. Há elementos de Speed, Thrash, Prog e Heavy Metal além de Industrial e até mesmo uma balada acústica, ou seja, tudo que o Big D já fez em seus 28 anos de estrada. É de todo ruim? Não, mas certamente a expectativa era muito maior do que foi apresentado aqui.

O álbum começa, logo depois da intro Liber 111, com a já citada "The Annals Of Subterfuge", que é de longe a melhor faixa do álbum. Riffs e peso em profusão, solos melódicos e bem elaborados (nada de barulinhos desconexos) e uma atuação marcante de Jayson Sherlock, certamente fica entre as melhores gravações deste excelente batera !

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Angst lembra também um pouco da fase clássica e poderia estar facilmente no primeiro álbum. Hopes Lie Beyond carrega elementos dos álbuns Learn, Camelot... e um pouco de As Above So Below. Boa, mas nada demais.

Detox, tem uma levada um pouco "Hard Rock" e bastante influencias de industrial, mas sem a presença de elementos eletrônicos. Ainda bem, pois a faixa é fantástica com uma estrutura musical e refrão cativantes e fáceis de serem cantados, e essas adições certamente a estragaria. Vale também conferir Entgiftung, no final do álbum, que é uma versão da música, porém com letras em alemão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nude e Passing possuem bons momentos, mas abusam um pouco das influencias modernosas e acabam por passarem meio batidas na audição.

A Perfect Sky PE uma balada acústica muito bem elaborada e que conta somente com a presença de violões. Muito bonita e serve como um acalmar da alma para o ataque final com a maravilhosa versa de Where Eagles Dare, de um certo IRON MAIDEN. Claro que não supera a original, mas serve pra mostrar as boas influências que os ingleses deixaram na banda americana. Ah, aqueles que conhecem a música Desperate Cries do Deliverence talvez notem algumas influencias da faixa do IRON MAIDEN na faixa citada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum é bom, mas fica aquela sensação de que poderia ser bem melhor, mas de todo modo é uma bela e honrosa "carta de despedida". Jimmy Brown está cantando como nunca e ainda mostra que sabe fazer ótimos riffs. Mike Phillips é o guitarrista que toda banda queria ter. Sola como ninguém e segura muito bem as bases. Manny Morales faz um trabalho correto e eficiente no baixo, que, se não chama muito a atenção, pelo menos também não joga tudo a perder. Pena que o Jason Sherlock não foi melhor utilizado. Ele é um baterista excepcional, mas somente em The Annals Of Subterfuge que temos a demonstração de sua criatividade musical, nas outras músicas os arranjos são bons, mas simplórios em nível do que ele pode fazer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No mais, obrigado Deliverance por tantos anos de bom serviço prestado em prol do Metal!

Roxx Records/ 3 Frogz Records
Line – up :
Jimmy Brown II - Vocal/Guitarra
Mike Phillips – Guitarra
Manny Morales – Baixo
Jayson Sherlock – Bateria

Track list :
1. Liber 111 (Intro)
2. The Annals of Subterfuge
3. Angst
4. Hope Lies Beyond
5. Detox
6. Nude
7. Passing
8. A Perfect Sky
9. Where Eagles Dare (Iron Maiden Cover)
10. Entgiftung (German Version of Detox)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Denis Stratton

Guns N' Roses: Axl desafina guitarra de Slash e pede desculpas

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Márllon Matos

Nascido em 1990, despertou para o rock em 2002 e desde lá vem sendo o terror dos vizinhos, seja tocando bateria ou ouvindo Metal no mais alto volume. Cristão convicto, curte de Palavrantiga a Crimson Moonlight, e o seu sonho é conseguir ir para a Austrália ver algum show do Mortification.
Mais matérias de Márllon Matos.