Matérias Mais Lidas

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Iced Earth: Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao CapitólioIced Earth
Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao Capitólio

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Phil Spector: Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19Phil Spector
Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Metallica: há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a bandaMetallica
Há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a banda

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Classic Rock: As 100 maiores músicas do século... até agora!Classic Rock
As 100 maiores músicas do século... até agora!

Mötley Crüe: Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animaisMötley Crüe
Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animais

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no c*, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no c*", diz produtor

Kiss: Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?Kiss
Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?


Matérias Recomendadas

Tony Iommi: John Bonham quebrou a bateria de Bill WardTony Iommi
John Bonham quebrou a bateria de Bill Ward

Brian Johnson: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaBrian Johnson
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Compridas: As músicas mais longas de grandes bandasCompridas
As músicas mais longas de grandes bandas

Big Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferidaBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Por que o Whiplash.Net republica matérias?
Por que o Whiplash.Net republica matérias?

Stamp
Tunecore

Deliverance: Escute o que eles tem a dizer!

Resenha - Hear What I Say! - Deliverance

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Márllon Matos
Enviar Correções  


Desde o lançamento de As Above, So Below em 2007, o Deliverance acabou, retornou, planejou um álbum com a formação do primeiro álbum, acabou novamente e, enfim ressurgiu com este Hear What I Say ! que promete ser o derradeiro álbum da banda formada em 1985.

Ano passado foi anunciado que Jimmy Brown II (vocal/guitarra) estava se reunindo com Mike Phillips (guitarra – JOIN THE DEAD,THE SACRIFICED, Ex- FASEDOWN), Manny Morales (baixo) e Jayson Sherlock (bateria – MORTIFICATION, PARAMAENCIUM, HORDE, entre outros) para a gravação deste álbum e mais ou menos do meio do ano, o programa de web rádio Metal Pulse, tocou uma versão demo não finalizada de "The Annals Of Subterfuge" (nome cogitado para ser título do álbum anteriormente) e com isso, despertou o interesse de todos os admiradores do grupo, pois o som remota fácilmente aos álbuns clássicos. Mas, infelizmente o álbum não supriu as expectativas de todos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lançado no dia 10 de dezembro deste ano, Hear What I Say! está muito mais para uma espécie de "Best of" da carreira do Deliverance do que um retorno às raízes. Há elementos de Speed, Thrash, Prog e Heavy Metal além de Industrial e até mesmo uma balada acústica, ou seja, tudo que o Big D já fez em seus 28 anos de estrada. É de todo ruim? Não, mas certamente a expectativa era muito maior do que foi apresentado aqui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum começa, logo depois da intro Liber 111, com a já citada "The Annals Of Subterfuge", que é de longe a melhor faixa do álbum. Riffs e peso em profusão, solos melódicos e bem elaborados (nada de barulinhos desconexos) e uma atuação marcante de Jayson Sherlock, certamente fica entre as melhores gravações deste excelente batera !

Angst lembra também um pouco da fase clássica e poderia estar facilmente no primeiro álbum. Hopes Lie Beyond carrega elementos dos álbuns Learn, Camelot... e um pouco de As Above So Below. Boa, mas nada demais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Detox, tem uma levada um pouco "Hard Rock" e bastante influencias de industrial, mas sem a presença de elementos eletrônicos. Ainda bem, pois a faixa é fantástica com uma estrutura musical e refrão cativantes e fáceis de serem cantados, e essas adições certamente a estragaria. Vale também conferir Entgiftung, no final do álbum, que é uma versão da música, porém com letras em alemão.

Nude e Passing possuem bons momentos, mas abusam um pouco das influencias modernosas e acabam por passarem meio batidas na audição.

A Perfect Sky PE uma balada acústica muito bem elaborada e que conta somente com a presença de violões. Muito bonita e serve como um acalmar da alma para o ataque final com a maravilhosa versa de Where Eagles Dare, de um certo IRON MAIDEN. Claro que não supera a original, mas serve pra mostrar as boas influências que os ingleses deixaram na banda americana. Ah, aqueles que conhecem a música Desperate Cries do Deliverence talvez notem algumas influencias da faixa do IRON MAIDEN na faixa citada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum é bom, mas fica aquela sensação de que poderia ser bem melhor, mas de todo modo é uma bela e honrosa "carta de despedida". Jimmy Brown está cantando como nunca e ainda mostra que sabe fazer ótimos riffs. Mike Phillips é o guitarrista que toda banda queria ter. Sola como ninguém e segura muito bem as bases. Manny Morales faz um trabalho correto e eficiente no baixo, que, se não chama muito a atenção, pelo menos também não joga tudo a perder. Pena que o Jason Sherlock não foi melhor utilizado. Ele é um baterista excepcional, mas somente em The Annals Of Subterfuge que temos a demonstração de sua criatividade musical, nas outras músicas os arranjos são bons, mas simplórios em nível do que ele pode fazer.

No mais, obrigado Deliverance por tantos anos de bom serviço prestado em prol do Metal!

Roxx Records/ 3 Frogz Records
Line – up :
Jimmy Brown II - Vocal/Guitarra
Mike Phillips – Guitarra
Manny Morales – Baixo
Jayson Sherlock – Bateria

Track list :
1. Liber 111 (Intro)
2. The Annals of Subterfuge
3. Angst
4. Hope Lies Beyond
5. Detox
6. Nude
7. Passing
8. A Perfect Sky
9. Where Eagles Dare (Iron Maiden Cover)
10. Entgiftung (German Version of Detox)


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Baladas de Sangue
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: Nicko McBrain conta sobre sua conversão ao cristianismoIron Maiden
Nicko McBrain conta sobre sua conversão ao cristianismo

Hall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do MetalHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal


Sobre Márllon Matos

Nascido em 1990, despertou para o rock em 2002 e desde lá vem sendo o terror dos vizinhos, seja tocando bateria ou ouvindo Metal no mais alto volume. Cristão convicto, curte de Palavrantiga a Crimson Moonlight, e o seu sonho é conseguir ir para a Austrália ver algum show do Mortification.

Mais matérias de Márllon Matos no Whiplash.Net.