SupreMa: profissionalismo em voga

Resenha - Traumatic Scenes - SupreMa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


À época do lançamento deste seu primeiro disco, o Suprema era formado por Douglas Jen (guitarras), Pedro Nascimento (vocal), Gabriel Conti (baixo) e Helmut Quacken (bateria). Atualmente Fábio Carito (baixo, Shadowside) e Fernando Castanha (bateria) formam a atual cozinha.

Sempre trabalhando com alto grau de profissionalismo, os paulistanos apostaram todas suas fichas neste debut e o resultado não poderia ser tão satisfatório. Tanto que o trabalho é conceitual e a história baseada no thriller "O Invisível", do diretor David S. Goyer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falando da música, não há o que questionar. Afinal, o Power/Prog Metal apresentado pelo grupo é digno de gente grande. Músicas bem estruturadas, dando ênfase desde o instrumental ao trabalho vocal, aliando peso a arranjos bem encaixados, tudo com uma produção de alto nível, a cargo de Heitor Rangel, Pedro Nascimento e Douglas Jen, no Barulho Estúdio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A versatilidade da banda em executar composições mais rápidas e outras mais intricadas já fica em voga na faixa Dark Journey, que abre o disco após a introdução Marks Of Time. Rápida e agressiva, seu riff inicial já joga o ouvinte pra história sem perder tempo.

Visions Of The Other Side e sua veia Prog Metal mostra o lado mais cadenciado e acessível da banda, apesar da complexidade. Talvez seja a faixa mais atraente do trabalho, com um ótimo refrão. Ainda devo mencionar Burnin My Soul, onde a participação de Victor Prospero (Seventh Seal) nos vocais guturais é o destaque – ele ainda aparece em Visions Of The Other Side e na faixa título - além Nightmare que foi sabiamente escolhida como música de trabalho (veja o clipe no final da resenha).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fica difícil resumir "Traumatic Scenes" em apenas uma resenha, de tão detalhado que o trabalho é. Portanto, é bom que além de procurá-lo para ouvir, você busque todas as informações devidamente contidas no site da banda. É sempre bom apreciar álbuns como este debut.

http://www.suprema-online.com/
http://www.facebook.com/supremabr

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Traumatic Scenes - SupreMa

SupreMa: aula de Prog Metal feito por time cheio de propriedade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Brazuca: algumas bandas que você precisa conhecerMetal Brazuca
Algumas bandas que você precisa conhecer


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 Cli336