Matérias Mais Lidas

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemWhitesnake cancela show, perfil atribuído a Tommy Aldridge nega que ele esteja doente

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado


In-Edit

Rodox: A banda se encontrou no segundo e último disco

Resenha - Rodox - Rodox

Por Luis Fernando Ribeiro
Em 16/07/13

"Rodox" é o segundo e último lançamento da banda que leva o mesmo nome, fundada por Rodolfo Abrantes (ex-RAIMUNDOS). Neste segundo disco, podemos notar uma banda com cara de banda mesmo, não focada apenas no vocalista. Todos os músicos auxiliaram no processo de composição deste disco, que diferente do anterior - que era bastante variado - ficou mais concentrado em um único estilo, o Hardcore, embora flerte claramente com o Hardcore melódico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aparentemente a tempestade gerada pela saída do músico dos RAIMUNDOS já estava amenizando, permitindo a Rodolfo se concentrar em sua banda e criar um disco menos carregado e sombrio que o anterior. As letras também já não abordam o cristianismo tão abertamente como outrora.

A faixa de abertura "Segue a Linha" é uma das mais pesadas e se assemelha bastante a faixa de abertura do disco anterior. Uma música calcada no New Metal na linha de bandas como Korn e Slipknot. O vocal de Rodolfo é ‘rappeado’, como é comum neste estilo.

A radiofônica "De Costas Para o Mar" tem um forte apelo comercial por sua estrutura simples, de fácil assimilação e pelas melodias marcantes. Rodolfo canta de forma bastante melodiosa, como já havia feito muitas vezes em sua antiga banda. Em suma, um pop-punk bem simples, mas eficiente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Mais e Mais" o peso volta, com uma levada Hardcore mais tradicional e uma letra muito forte. Rodolfo segue cantando de forma bastante melodiosa e o refrão é contagiante. A aplicação de alguns leves efeitos eletrônicos deixa a música ainda mais charmosa.

Na sequência temos "Incinerador", uma música furiosa, cheia de efeitos muito bem produzidos por DJ Bob mesclados ao Hardcore praticado pela banda. O vocal de Rodolfo também possui vários efeitos interessantes e aliado à excelente letra, faz com que essa seja uma das melhores do álbum. O refrão cantado a plenos pulmões pelo vocalista é um dos mais marcantes já criados pelo mesmo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Inflexível" é um Hardcore bem mais melódico que as anteriores, mas com bastante personalidade. Uma música forte, que apesar de simples não passa batida por ser bastante empolgante e sincera, fazendo com que seja bastante emotiva, apesar de ser muito veloz.

"Beach Punx" é a mais melodiosa do disco, remetendo facilmente a bandas brasileiras do estilo, como CPM 22 e DEAD FISH. A música é bastante emotiva e tem a letra mais bela já escrita por Rodolfo. Seu refrão é ‘pegajoso’ e a paradinha no meio da última estrofe é de arrepiar. Na minha opinião, a melhor música do disco e da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A versão para "Exodus" de Bob Marley ficou extremamente pesada e bem diferente da música original. Apesar disso, esta faixa fica um pouco perdida, pois não se assemelha ao restante do disco e funcionaria melhor como faixa-bônus.

"Iluminado" é outra pedreira furiosa com a letra mais forte do disco, onde novamente Rodolfo volta a abordar temas cristãos de forma direta. O refrão é bastante melodioso, mas o destaque fica para os riffs furiosos do guitarrista Marcelo Magal.

"Foi Bom Esperar" é uma música mais próxima ao punk de bandas como RAMONES, com leves traços de música pop. Para esta faixa foi produzido um vídeo clipe, onde houve inclusive a participação do antigo companheiro do Rodolfo, o baixista Canisso (RAIMUNDOS), que passaria um tempo acompanhando a banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Truth" é bastante pesada, mas é a que menos se destaca no disco, mesmo não comprometendo. Uma música apenas normal.

"Na mesma panela" tem uma gravação mais suja e o vocal de Rodolfo, especialmente no refrão, é quase um lamento. A música é bem coesa e constante, sem altos e baixos.

O disco é encerrado com a pesadíssima "1000 Megatons", um Hardcore furioso com momentos próximos ao New Metal. Um excelente encerramento para um disco bastante regular.

Em "Rodox", a banda havia se encontrado, trata-se de um disco constante, sem faixas ruins, mas com poucas que se destaquem em relação as outras, como ocorreu no primeiro disco. Uma pena que a banda tenha encerrado as atividades tão cedo, pois se mostravam muito promissores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rodox – Rodox (2003 – Warner Music)

Track List:

1 - Segue a Linha
2 - De Costas Para o Mar
3 - Mais e Mais
4 - Incinerador
5 - Inflexível
6 - Beach Punx
7 - Exodus
8 - Iluminado
9 - Foi Bom Esperar
10 - Truth
11 - Na Mesma Panela
12 - 1000 Megatons


Outras resenhas de Rodox - Rodox

Resenha - Rodox - Rodox

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando



Sobre Luis Fernando Ribeiro

Apaixonado por música, cinema, escrita, literatura e pela zoeira infinita. Inserido no mundo da música pesada em 2004 com Destruction, Metallica e Blind Guardian, quando ainda se compartilhava música através de fitas K7.

Mais matérias de Luis Fernando Ribeiro.