U.D.O.: Fiel à escola do mais puro e tradicional Metal germânico

Resenha - Steelhammer - U.D.O.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


E não é que a volta triunfal do ACCEPT fez muito bem ao baixinho Udo Dirkschneider! Enquanto muitos achavam que o cara iria ficar ressentido pelo sucesso atual de sua ex-banda, o cara juntou forças, superou a saída do companheiro de longa data Stefan Kaufmann (guitarrista, também ex-ACCEPT), e lançou esse seu 14º disco, sem dúvida um dos melhores de sua carreira solo.

Mantendo-se fiel à escola do mais puro e tradicional metal germânico, repleto de peso é excelentes melodias, Udo e sua banda se mostram muito inspirados nesse novo álbum. E isso se deve muito à nova dupla de guitarristas, Andrey Smirnov e Kasperi Heikkinen, que criaram aqui riffs fantásticos, daqueles que emocionam até os fãs mais antigos do estilo, como fica claro na fantástica trinca de abertura, com as faixas "SteelHammer", "A Cry of a Nation" e "Metal Machine", que já nascem com cara de clássicos da banda, em especial a última, uma verdadeira obra de arte metálica. "Death Ride", "King of Mean", "Time Keeper", "Take My Medicine", "Stay True"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas o disco também possui ótimas variações, como em "Basta Ya", cantada em espanhol, e bem mais melódica que as anteriores; em "Devil´s Bite", com alguns sintetizadores muito bem encaixados, e com um peso absurdo das guitarras; e em "When Loves Becomes a Lie", com influências claras de hard rock, e melodias muito bem construídas.

E até os momentos mais diferentes e inusitados são interessantes, como na épica "Heavy Rain", que lembra muito SAVATAGE, com ótimos arranjos de piano; na hard/AOR e grudenta "Never Cross My Way"; e na esquisita e experimental "Book of Faith", com um clima denso e que remetem a filmes antigos de faroeste em vários momentos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os vocais de Udo ainda são excepcionais e marcantes, e embora a idade já avançada do cara, ainda são inconfundíveis, e o grande diferencial da banda. A qualidade sonora também é indiscutível, em especial o excelente timbre de guitarras escolhido, e que ficou realmente matador.

Pois bem, meu amigo, se é metal de qualidade que você procura, pode ter certeza que veio ao lugar certo, já que "Steelhammer" é um dos grandes discos de 2013.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

publicidade

Steelhammer – U.D.O. (2013 – AFM - Importado)

Track List:

1. Steelhammer
2. A Cry of a Nation
3. Metal Machine
4. Basta Ya
5. Heavy Rain
6. Devil s Bite
7. Death Ride
8. King of Mean
9. Timekeeper
10. Never Cross My Way
11. Take My Medicine
12. Stay True
13. When Love Becomes a Lie
14. Book of Faith




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bill Hudson: guitarrista fala em entrevista exclusiva à Revista Freak!


Accept: Udo Dirkschneider não tem mais contato com integrantes da bandaAccept
Udo Dirkschneider não tem mais contato com integrantes da banda

Separados no nascimento: Udo Dirkschneider e Rodney DangerfieldSeparados no nascimento
Udo Dirkschneider e Rodney Dangerfield


Slipknot: Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais VocêSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

Slayer: Tom Araya não é ateu, acredita em Deus e fez a Primeira ComunhãoSlayer
Tom Araya não é ateu, acredita em Deus e fez a Primeira Comunhão


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 WhiFin