Electric Age: single deixa aquele gosto de quero mais

Resenha - Snake Eater - Electric Age

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Uma particularidade. Não gosto de resenhar singles, ainda mais quando a música é de qualidade e deixa, obviamente, aquele gosto de quero mais. E este é o caso deste single do Electric Age, banda de São Paulo que iniciou sua trajetória como cover do Deep Puprle e a época se chamava Killing Machine.

Snake Eater é uma composição que mescla bem influências do Clássic Rock com o peso do Heavy Metal. Algo que o Black Sabbath fez no "Born Again" e o Rainbow com Joe Lynn Turner. Alie a isso um toque atual, riffs bem executados, com bons arranjos de teclados e um vocal lírico potente e agressivo. Isso sem contar a variação rítmica e o ótimo refrão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É muito estranho dar nota para um single e muita gente não compreende isso, mas que fique bem claro que a nota é pra música, apenas. Produção boa, execução memorável e um hit que merece estar em um álbum à altura futuramente. Que assim seja.

http://www.facebook.com/ElectricAgeBand
https://www.reverbnation.com/electricageband

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336