Lost Society: banda acaba de colocar no mercado seu debut

Resenha - Fast Loud Death - Lost Society

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


Quem acompanha a cena metálica atual certamente percebeu que o thrash metal está em uma de suas melhores fases (sem dúvida a melhor desde seu surgimento efetivo, no início dos anos 80), com as maiores bandas do estilo ainda ativas, e outras grandes promessas surgindo. E fazendo parte desse segundo grupo de bandas, os finlandeses do LOST SOCIETY acabam de colocar no mercado seu debut, que desde já pode ser considerado um dos grandes lançamentos do estilo em 2013.

Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos

Solos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

Não, não se trata de uma sonoridade inovadora ou muito diversificada, mas sim de um thrash metal bem old school e vibrante, feito com muita paixão, e que transborda energia, atitude e bom gosto. Alias, todos os membros da banda são muito novos, entre 17 e 19 anos, e essa fúria adolescente em perceptível em cada uma das 13 excelentes faixas do disco.

Temos aqui, pois, um som bem rápido, pesado e intenso, com ótimos riffs e solos de guitarra (daqueles que fazem qualquer fã do estilo curtir de imediato), cozinha precisa e técnica, e ótimas linhas vocais, que deixam o som ainda mais agressivo. Apenas a título de comparação, o som dos caras lembra mais a cena americana do thrash metal do que a europeia, em especial da bay area, pois é mais trabalhado e possui ótimas melodias, mas sem soar como uma simples cópia de alguma banda específica, tendo uma certa personalidade bem definida.

A produção, realizada na Finlândia, por Nino Laurenne, também contribui muito para a qualidade do material, pois apesar de crua e pesadíssima, deixou tudo bem moderno e atual, fácil de se ouvir.

Sobre as faixas, como disse, todas são muito legais e divertidas, mas há alguns destaques, como a pesadíssima "N.W.L", que tem um riff matador e pegajoso, e ótimas linhas vocais; a faixa título, que mostra toda a técnica desse jovem quarteto; e "Toxic Avenger", uma curta homenagem bem pesada ao maior herói da Troma, e que tem vários elementos de crossover. Ademais, as letras são todas bem divertidas, sendo algumas mais críticas, e outras mais descontraídas.

A capa do disco também merece ser mencionada, sendo mais uma grande obra do mestre Ed Repka que, como não poderia deixar de ser, remete direto aos anos 80.

Ou seja, o LOST SOCIETY não veio ao mundo para inovar, mas sim para fazer o mais puro thrash metal de muita qualidade, de fã para fã, e já em seu primeiro disco conseguiram se destacar na cena. Agora é aguardar os próximos passos dessa excelente banda, que tem tudo para se tornar referência no estilo.

Fast Loud Death – Lost Society
(2013 – Nuclear Blast - Importado)

Track List:

1. N.W.L.
2. Thrash All Over You
3. E.A.G.
4. Kill (Those Who Oppose Me)
5.Bitch, Out My Way
6. Fast Loud Death
7. Lead Through the Head
8. Diary of a Thrashman
9. Toxic Avenger
10. This Is Me
11. Braindead Metalhead
12. Piss Out My Ass
13. Fatal Anoxia




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixosTamanho é documento?
Os Rock Stars mais altos e baixos

Solos: Alguns dos mais bonitos do Heavy MetalSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin