Violator: o ressurgimento do Thrash está acontecendo no Brasil

Resenha - Chemical Assault - Violator

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Quando se fala em Thrash Metal, vocês lembram da Bay Area, situada em São Francisco (EUA); ou da cena Alemã ou canadense. Mas, o que vem ocorrendo atualmente aqui no Brasil é o ressurgimento do estilo que consagrou bandas como Exodus, Vio-Lence, Whiplash, Testament, Heathen, Kreator, Destruction, Tankard, Sacrifice, Razor, Voivod, Onslaught (ING), só para citar alguns. Quem viveu aquela época sabem da importância do Thrash para o globo.

Fotos de Infância: Gene Simmons, do KissThe Voice: candidato faz power metal cantado em português

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com as voltas das lendárias MX, Desaster, Anthares, Minotauro, Panzer e outras, aquele espírito de vestir jaquetas cheias de patches, tênis branco e calça jeans apertada voltou a explodir na alma dos thrashbangers brazucas. Algumas bandas, como Bywar, Decimator, Blasthrash, Bloody, Beyond The Grave, Farscape e Prophecy herdaram tudo o que um verdadeiro fã consegue sentir. A maior prova disso é confeir a discografia da banda Violator.

Formada em Brasília, em 2002, Pedro "Poney" Arcanjo (vocal/baixo), Pedro "Capaça" (guitarra) e Daniel "Batera" Araya (bateria) rechearam sua adolescência ao som das bandas citadas, cujos clássicos como Bonded By Blood, Extreme Aggression, Game Over, Eternal Nightmare, Beneath The Remains (Sepultura) viraram suas enciclopédias no dia-a-dia.

Totalmente prontos para homenagear seus ídolos, o Violator gravaram a demo Killer Instinct e o EP Violent Mosh, que, da noite para o dia, viraram destaque em todas as edições especializadas. Ainda mais sedentos, gravaram, como trio, seu álbum completo chamado Chemical Assault (2007). Remetendo às produções do lendário Scott Burns e com uma capa totalmente oitentista, eles não decepcionaram com dez faixas que fazem qualquer old school chorar de emoção.

Não vou citar nenhum destaque , pois todas valem a pena. Desde o Atomic Nightmare anunciando um desastre até After Nuclear Devastation, dá para sacar que os candangos não estão de piada. Como um meteóro caindo sobre nossas cabeças, ao som dos riffs, paradinhas loucas, bateria seca e sincopada, Violator são os herdeiros do thrash Old School.

Está comprovado o porque da banda recusar o contrato com a Nuclear Blast.

Formação:

Pedro "Poney" Arcanjo - vocal/baixo
Pedro "Capaça" - guitarra
Daniel "Batera" Araya - bateria

Tracklist:

1-Atomic Nightmare
2-UxFxTx
3-Destined To Die
4-Addicted To Mosh
5-Brainwash Possession
6-Ordered To Thrash
7- Toxic Death
8-Lethal Injection
8-The Plague Returns
10-After Nuclear Devastation


Outras resenhas de Chemical Assault - Violator

Violator: Uma aula de thrash metal no "Chemical Assault"Resenha - Chemical Assault - Violator




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Violator"


Thrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileiraThrash Metal
10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura


Fotos de Infância: Gene Simmons, do KissFotos de Infância
Gene Simmons, do Kiss

The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsThe Voice
Candidato faz power metal cantado em português


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336