Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemMetallica vai lançar toca discos super invocado, que obviamente custará uma fortuna

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer


Stamp

Geoff Tate: músicas menos pesadas e mais intimistas

Resenha - Kings & Thieves - Geoff Tate

Por Junior Frascá
Em 27/02/13

Nota: 6

Logo após a separação do QUEENSRYCHE (até agora ainda não explicada satisfatoriamente), o vocalista Geoff Tate se apressou em se juntar ao guitarrista e produtor e Kelly Gray (ex-Queensryche), além de Greg Gilmore (bateria) e Chris Zukas (baixo) para gravar esse seu segundo disco solo, que acaba de sair no mercado nacional via Hellion Records.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Em primeiro lugar, uma coisa deve ser dita: é fato que, desde o clássico "Empire" (1990), que o QUEENSRYCHE, salvo alguns lampejos de criatividade, não lança nenhum material inédito relevante, digno do estupendo começo de sua carreira. Tal fato, sem dúvida, contribuiu para essa divisão trágica da banda.

Mas, deixando de lado os motivos que levaram a tal divisão, e sem entrar no mérito acerca do fato de quem tem a razão nessa confusão toda, fica claro nessa nova empreitada solo de Geoff que muitas das características musicais do QUEENSRYCHE atual se devem à influência do vocalista, pois as faixas aqui apresentadas seguem o padrão das faixas atuais de sua ex-banda, ou seja, menos pesadas e mais intimistas.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Contudo, fica claro também que, mesmo seguindo essa linha, aqui há muito mais qualidade do que no últimos registros do QUEENSRYCHE, com Geoff e sua trupe investindo mais em momentos voltados ao classic rock e até em algo de new age, jazz e blues, com climas carregados e soturnos, sempre de forma direta e, como dito, bem intimista. Alias, esse clima mais melancólico certamente tem referência a todos esses problemas enfrentados pelo vocalista nos últimos tempos.

E assim, o disco tem vários bons momentos, como na abertura "She Slipped Away" e na sua sequência, com "Take a Bullet", além de outros mais viajados, como em "Say U Luv It" (com uma letra bem forte sobre violência sexual) e "Change", com ótimos arranjos. Contudo, no decorrer de todo o disco, em alguns momentos a audição se torna um pouco cansativa e entediante, apesar do talento do vocalista, que continua com sua voz privilegiada em plena forma, sendo, como não poderia deixar de ser, o grande destaque do disco.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Assim, "Kings & Thieves" não é um disco de fácil assimilação, e certamente não deverá agradar a todos, até porque se trata de uma sonoridade bem mais soturna e menos acessível do que os fãs do cantor (principalmente aqueles que apreciam os primeiros registros de sua ex-banda) estão acostumados. Mas se você aprecia algo diferente e mais experimental, ou mesmo os discos da banda na fase pós "Empire", vale a aquisição, até porque, como dito, a voz de Geoff continua fantástica, e é um grande atrativo para se ouvir o álbum.

Kings & Thieves – Geoff Tate
(2013 – Hellion Records - Nacional)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1. She Slipped Away
2. Take a Bullet
3. In the Dirt
4. Say U Luv It
5. The Way I Roll
6. Tomorrow
7. Evil
8. Dark Money
9. These Glory Days
10. Change
11. Waiting

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Geoff Tate diz que Queensryche recusou quantias obscenas de dinheiro por reuniãoGeoff Tate diz que Queensryche recusou quantias "obscenas" de dinheiro por reunião

Geoff Tate fará shows no Brasil em 2022; confira datas e locais das apresentaçõesGeoff Tate fará shows no Brasil em 2022; confira datas e locais das apresentações

Queensryche: ao contrário do vocalista atual, Geoff Tate parou de fumar quando era jovemQueensryche: ao contrário do vocalista atual, Geoff Tate parou de fumar quando era jovem


Geoff Tate diz que Queensryche recusou quantias "obscenas" de dinheiro por reunião

Mike Portnoy: baterista não quer guardar mágoas de Geoff Tate


Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá.