Dew-Scented: sempre primaram por uma sonoridade agressiva

Resenha - Icarus - Dew-Scented

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os alemães do DEW-SCENTED sempre primaram por uma sonoridade agressiva e moderna, calcada no thrash metal clássico, mas também trazendo fortes influências do death metal, criando músicas brutais e muito velozes. E agora, com mais de 10 anos de carreira, e com apenas o vocalista Leif Jensen da formação original, voltam com este novo disco, que mantém intacta todas as características que fizerem seu nome ao longo dessa década de estrada.

Metallica: a habilidade com as baquetas de James HetfieldFotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron Maiden

Ou seja, os fãs podem esperar por músicas intensas, brutais e cheias de agressividade, com riffs cativantes, cozinha na velocidade da luz, e os ótimos vocais de Leif, um grande diferencial da sonoridade dos caras. Não há nada de novo, e certamente a banda não está no auge de sua criatividade, mas mesmo assim conseguiram lançar um disco estável e consistente, e que deverá agradar em cheio os fãs do lado mais extremo do thrash metal.

Além disso, as influências de SLAYER e KREATOR estão bem menores, o que é um fator positivo, vez que mostra que a banda, mesmo após tanto tempo de carreira, ainda busca evoluir e encontrar uma identidade própria, o que muitas vezes esbarra nas constantes mudanças de formação que ocorrem ao longo dos anos.

Mas, como todos os trabalhos anteriores da banda, a produção é excelente, bem moderna e pesadíssima, o que deixa faixas como "Sworn to Obey", "The Fall of Man" e "Reawakening" ainda mais intensas e interessantes.

Portanto, mesmo não sendo o melhor disco do DEW-SCENTEND, "Icarus" ainda é um bom álbum de thrash metal moderno, mas nada além disso.

Icarus - Dew-Scented
(2012 - Prosthetic Records - Importado)

Leif Jensen - Vocals
Rory Hansen - Guitars
Marvin Vriesde - Guitars
Joost Van Der Graaf - Bass
Koen Herfst - Drums

Guest Musicians
Dennis Schnieder - Lead Guitars ("The Fall of Man" & "Perpetuated")
Rob Ubrinati - Vocals ("Gleaming Like Silver")
Dan Swano - Vocals ("Reawakening")

Tracklist

1. Hubris
2. Sworn To Obey
3. Thrown To The Lions
4. Storm Within
5. Gleaming Like Silver
6. By My Own Hand
7. The Fall of Man
8. Reawakening
9. Destined to Collapse
10. A Final Procession
11. Perpetuated




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dew-Scented"


Metallica: a habilidade com as baquetas de James HetfieldMetallica
A habilidade com as baquetas de James Hetfield

Fotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron MaidenFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden

Manowar: A vida real e nada épica dos Reis do Metal?Manowar
A vida real e nada épica dos Reis do Metal?

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Ozzy Osbourne: "Eu detesto a expressão Heavy Metal!"Simone Simmons: "Tenho cérebro, não sou apenas peitos e bunda"Corey Taylor: "Seu nome era Lemmy e ele tocava Rock n Roll"

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.