Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Stamp

Gutted Souls: massacra com seu poderoso Death Metal

Resenha - Unconscious Automaton - Gutted Souls

Por Christiano K.O.D.A.
Em 22/11/12

publicidade

Nota: 8

Não fosse pelo vocal à lá Matti Way (ex-Disgorge americano), a pergunta seria: trata-se um novo trabalho da Angel Corpse? Por aí, dá-se o atestado do nível dessa banda carioca, que "apenas" massacra com seu poderoso Death Metal. Se alguém não acredita, é só conferir.

Em todas as seis faixas, a sensação é a mesma: trata-se de um grupo seguro de si, cheio de técnica, criatividade e experiência – quase dez anos de estrada. É balada atrás de balada (no sentido de bala de revólver, ok?), com uma bateria bem tocada, juntamente com os outros instrumentos. Aliás, as estruturas das composições são um show!

Mas é bom voltar ao início e falar mais do excelente timbre vocal do senhor Iron Gutted Souls: o cara quase vomita, mas consegue urrar de maneira inteligível, algo difícil para esse estilo de gutural. Mas quando pega pra ser ignorante, sai de baixo. Dê uma sacada no finalzinho de "Dancing To The Sound...of The Powers That Be", por exemplo.

Na parte visual, percebe-se o capricho que o pessoal teve com a capa, lindíssima. Contudo, com dor no peito, o EP não recebe a nota máxima devido à diferença de qualidade (e de volume) entre as músicas. Se fosse algo discreto, isso certamente seria relevado. No entando, faltou o pessoal dar aquela "normalizada" no áudio, uma pena.

Mas é preciso salientar: é o único porém do material. No resto, estão perfeitos! Talvez uma das maiores revelações do ano! E assim sendo, vai a cobrança: cadê o 'debut' de vocês?????

PS: embora não faça parte deste trabalho (ou existem exertos deste som inseridos na faixa "Undying Stars"?), faço questão de postar este vídeo, que evidencia a preciosidade que é a Gutted Souls.


Muito bacana também é o comentário de Wellington Ferrari (aqui toca guitarra, mas é baixista na banda) bem no final do vídeo. Vocês hão de concordar com ele.

Gutted Souls - Unconscious Automaton (EP)
Independente – 2012 - Brasil
http://www.reverbnation.com/guttedsouls
http://www.facebook.com/GuttedSouls

Tracklist:
Dancing To The Sound...of The Powers That Be
Mondo Psycho (Demo)
Psychopathic Ruler
The Undying Stars (Demo)
Undying Stars
Words of Hate


Outras resenhas de Unconscious Automaton - Gutted Souls

Resenha - Unconscious Automaton - Gutted Souls

Resenha - Unconscious Automaton - Gutted Souls

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A..