Heavenly: soa bem mais pesado e com mais atitude

Resenha - Virus - Heavenly

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por leonardo de abreu ayres
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os metaleiros do power metal francês Heavenly voltaram com tudo na cena do metal em 2006 com o álbum intitulado de "Virus".Desde o esforço da banda em 2003 ao criarem o bem elogiado "Dust to Dust",este é sem dúvidas um dos melhores trabalhos da mesma até então,apesar de algumas mudanças repentinas terem acontecido no line-up do Heavenly desde o seu último trabalho.
5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita

E mesmo com todas essas mudanças em meados de 2004,a
banda teve um ótimo ano,e "Vírus" é a prova disso.

"Vírus" retorna ao som tradicional dos 2 primeiros CDs do Heavenly,"Coming From The Sky" e "Sign of the Winner".Se você não está familiarizado com esses CDs, Heavenly é conhecido por criar um som épico de speed metal misturados a guitarras rasgadas,muitos coros,bumbos duplos e solos matadores.

As principais diferenças do 'Virus' em relação aos primeiros CDs é que eles soa bem mais pesado,com mais atitude em seu som,seguindo o mesmo estilo do seu antecessor "Dust to Dust",só que mais aprimorado.

Algumas faixas de 'vírus' incluem "Blood Spill on Fire",soando muito como Edguy,especialmente no refrão. Essa é uma das faixas em que os vocais de Soto estão bem diferenciados,mas ainda seguindo o mesmo estilo de voz,limpo e agudo.A faixa-título é uma outra faixa épica que mistura bem os ritmos,funcionando muito bem, para não mencionar a sessão de solos impressionantes,para mim,a melhor do álbum!

"Wasting Time" tem um ar de Gamma Ray em termos de som, com coros épicos,mas com um vocal agudo meio cansativo,mas que se sai muito bem.Tony Kakko do Sonata Arctica aparece nesta pista como vocalista convidado.

"Liberty" é sem dúvida uma das melhores faixas do CD.É rápida e melódica com,novamente,um ar de Gamma Ray.Os vocais de Soto estão muito bem aqui,com muitos coros e mais outra sessão de solos assassinos.

"When the Rain Begins to Fall" é uma outra canção top que realmente se destaca,originalmente feita por Jermaine Jackson e Zadora Pia.Heavenly colocou seu próprio selo sobre ele e fez dela sua.Os teclados dessa faixa são o ponto mais notável.A vocalista feminina nesta faixa é Tanja Lullacry,fazendo um bom trabalho na mesma.No geral,a faixa é bem distinta e agradável de se ouvir.

Finalmente,a última faixa e uma das melhores faixas bônus japonesas já vistas no Heavenly(como qualquer banda de power metal,tinha que ter uma faixa bônus exclusiva do Japão),"The Joker".Como uma música cover,"The Joker" é diferente se comparado as canções tradicionais do Heavenly,e é por isso que se destaca muito bem.É uma faixa rápida(para o Heavenly),com pouco menos de 4 minutos,mas é sem dúvidas,um verdadeiro rock melódico, onde o destaque são os vocais de Soto.

No geral,"Virus" é mais um lançamento forte do Heavenly.Eles fizeram grandes avanços a cada lançamento,e esta última deve ser considerada como um todo também.Se você gostou de "Sign Of The Winner" e principalmente "Dust to Dust","Virus" vai ser considerado por você um filho dos dois.Para algumas opiniões,os vocais parecem ser o único ponto desagradável(não ruim)do CD,mas isso varia de pessoa para pessoa,o que não vai impedi-lo sem sombra alguma de desfrutar esse clássico do Heavenly.
Eu recomendo aos fãs!

Tracklist:

01-"The Dark Memories" – 6:07
02-"Spill Blood on Fire" – 5:17
03-"Virus" – 6:16
04-"The Power & Fury" – 6:03
05-"Wasted Time" – 5:56 (Feat Tony Kakko)
06-"Bravery in the Field" – 5:52
07-"Liberty" – 5:30
08-"When the Rain Begins to Fall" – 4:17 (cover de Jermaine Jackson e Pia Zadora)
09-"The Prince of The World" – 5:17
10-"The Joker" (Japanese bonus) – 3:54
11-"Spill Blood on Fire - Japanese version" (Japanese bonus) – 5:17

Line-up:
Benjamin Sotto – vocals, keyboards
Thomas Das Neves – drums
Olivier Lapauze – guitar
Matthieu Plana – bass
Charley Corbiaux – guitar, vocals on tracks 7 and 10

Convidados:
Tanja Lainio (Lullacry) - vocais na faixa 8
Kevin Codfert (Adagio) - teclados na faixa 6
Tony Kakko (Sonata Arctica) - vocais na faixa 5

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Heavenly"

BateristasBateristas
Alguns que usam a pegada tradicional para tocar

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Heavenly"

Monsters of RockMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

QueenQueen
A declaração musical de ódio de Freddie Mercury

5000 acessosA História do Burzum5000 acessosGuns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose expulsa pessoa do show em Curitiba5000 acessosNirvana: Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain3846 acessosMetaleiro: popularizado no 1º RIR, termo continua polêmico4566 acessosSteven Adler: é difícil para ele ver o Frank Ferrer tocar suas músicas

Sobre leonardo de abreu ayres

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online