Darkness: não é revolucionário, mas mostra uma banda legal

Resenha - Hot Cakes - Darkness

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

7


Formada pelos irmãos Justin e Dan Hawkins, a banda inglesa THE DARKNESS, desde seu surgimento, chamou a atenção, tanto da mídia, como do público, com seu classic rock repleto de influências de hard rock setentista, em especial no seu excelente debut, "Permission to Land". Contudo, o disco seguinte, "One Way Ticket To Hell And Back", acabou por não manter a mesma qualidade, e, devido a diversas outras razões, a banda acabou encerrando suas atividades precocemente.

The Darkness: Justin Hawkins foi internado com queimaduras após acidente bizarroCorey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infância

Mas após um hiato de mais de 7 anos, a banda resolveu voltar a suas atividades, e agora chega ao mercado seu novo disco, "Hot Cakes", que oscila entre momentos muito legais, e outros mais mornos. Ou seja, não é um disco revolucionário como "Permission to Land", mas ainda mostra uma banda legal, e que tem muito a oferecer.

Assim, aquele hard rock "malandro" e básico perpetrado pelos caras continua intacto, com riffs legais e precisos, cozinha ultra reta mas cativante, e os vocais malucos de Justin. Alias, o rapaz não mudou em nada seu estilo vocal, e continua com seus devaneios durante todo o play. Por isso, caso você já não gostava da banda antes, devido aos vocais, não será agora que sua opinião mudará.

Dentre os momentos mais legais do disco, cito a abertura, com "Every Inch of You", com um clima bem interessante, e guitarras que remetem aos tempos áureos do AC/DC, e Justin fazendo a alegria de seus detratores, com gritos enlouquecidos; "Nothing´s Gonna Stop Us", com um refrão bem marcante; "Everbody Have a Good Time", que traz ótimas influências de blues; e a agitada "Concrete". Além destas, há um bom cover para "Street Spirit (Fade Out)", do RADIOHEAD.

Um bom disco, "Hot Cakes" traz de volta uma das bandas que mais chamaram a atenção na última década e que, embora longe de sua melhor forma, prova que ainda pode oferecer música de qualidade aos fãs.

Hot Cakes – The Darkness
(2012 – Nacional)

Track List:

1. Every Inch of You
2. Nothing s Gonna Stop Us
3. With a Woman
4. Keep Me Hanging On
5. Livin Every Day Blind
6. Everybody Have a Good Time
7. She s Just a Girl, Eddie
8. Forbidden Love
9. Concrete
10. Street Spirit (Fade Out)
11. Love is Not the Answer


Outras resenhas de Hot Cakes - Darkness

Resenha - Hot Cakes - DarknessResenha - Hot Cakes - Darkness



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


The Darkness: Justin Hawkins foi internado com queimaduras após acidente bizarroThe Darkness
Justin Hawkins foi internado com queimaduras após acidente bizarro


Ozzy Osbourne: líder do The Darkness critica seu comportamento no backstageOzzy Osbourne
Líder do The Darkness critica seu comportamento no backstage

Guns N' Roses: Justin Hawkins, do Darkness, conta como a banda está mais felizGuns N' Roses
Justin Hawkins, do Darkness, conta como a banda está mais feliz


Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaCorey Taylor
Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infância

As regras do Punk RockAs regras do Punk Rock


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin