RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemRolê aleatório: Geoff Tate e Rhapsody se divertem em aeroporto no aeroporto

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemA medida extrema que Dio pensou em tomar por não curtir "Rainbow in the Dark"

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemMike Portnoy comprou "Piece Of Mind", do Maiden, em excursão escolar

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco


Stamp

Benediction: velocidade animal e riffs demolidores

Resenha - Grand Leveller - Benediction

Por Maicon Leite
Postado em 27 de setembro de 2012

Nota: 9

Após a estréia bem sucedida com "Subconscious Terror", os ingleses sofreram sua primeira mudança de formação, com a saída de Mark "Barney" Greenway, dando lugar a Dave Ingram. Porém, Dave acabou dando ao Benediction uma cara própria, ainda que sua voz fosse parecida com a de Mark.

Gravado depois de uma turnê com o Bolt Thrower e Nocturnus, "The Grand Leveller" revela uma banda mais entrosada e madura, o que acabou influenciando também na qualidade sonora do play, muitíssimo superior ao debut. O estilo "Benê" de fazer Death Metal ficou mais aprimorado, mas, manteve aquele peso absurdo, velocidade animal e os riffs demolidores. Poucas bandas conseguiram criar uma identidade tão forte, mantendo-a intacta em todos os álbuns.

"Visions in the Shroud", e sua "intro" macabra, dão início ao massacre, já mostrando que Dave acabou sendo a escolha certa. O instrumental, sempre coeso, transita entre o peso e a velocidade, como em "Graveworm", certamente um dos destaques do disco, justamente por esta característica e pelos riffs e solos marcantes, lá pelo minuto final da música. Iniciando de forma arrastada, praticamente um Doom Metal, "Jumping At Shadows" é arrasadora, seu ritmo vai acelerando aos poucos, para terminar numa porradaria infernal, com a participação especial de Karl Willetts, vocalista do Bolt Thrower, que anos mais tarde seria substituído por Dave no Bolt...

No geral, o álbum é bem heterogêneo, destacando ainda a rápida e rasteira "Senile Dementia", e o cover para "Return to the Eve" do seminal Celtic Frost, inaugurando a tradição em gravar covers.

Entre as gravações e mixagem do álbum a banda tocou com outros grandes nomes do Death Metal, como Massacra e Dismember. Findando a tour, o baixista Paul Adams abandona o grupo, devido aos desgastes decorrentes da vida na estrada e problemas internos. Em seu lugar entra Frank Healy (ex-Cerebral Fix), que estreou no EP "Dark is the Season", de 1992. Mas daí é outro papo...

Resenha - Subconscious Terror - Benediction

Benediction
Titulo: "The Grand Leveller"
Formato: CD/LP
Local: Inglaterra
Estilo: Death Metal
Gravadora/Selo: Nuclear Blast Records
Ano de Lançamento: 1991

Contatos & Links
http://www.myspace.com/benedictionuk

Tracklist
1. Visions in the Shroud (04:21)
2. Graveworm (04:33)
3. Jumping At Shadows (06:04)
4. Opulence of the Absolute (04:09)
5. Child of Sin (04:41)
6. Undirected Aggression (04:34)
7. Born In A Fever (04:25)
8. The Grand Leveller (05:11)
9. Senile Dementia (02:46)
10. Return to the Eve (Celtic Frost Cover) (03:51)

Tempo total: 44:35

Formação:
Dave Ingram - Vocal
Peter Rewinski – Guitarra
Darren Brookes - Guitarra
Paul Adams - Baixo
Ian Treacy – Bateria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.
Mais matérias de Maicon Leite.