Novos Baianos: A maior herança musical brasileira

Resenha - Acabou Chorare - Novos Baianos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lucas Troglio
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Em 1972, o Brasil viria a conhecer aquela que seria a sua maior herança musical, o disco "Acabou Chorare" dos NOVOS BAIANOS. O álbum que adota o rock and roll de JIMI HENDRIX e a bossa nova do super astro JOAO GILBERTO, é uma obra prima que todo brasileiro deve ter conhecimento.

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó


O dia que JOAO GILBERTO bateu na porta dos baianos, pode ser considerado o mais importante da música popular brasileira. João que viria a ser o maior mentor e guia do grupo, adicionou ao grupo o que lhe faltava: a brasilidade. Foi assim que PEPEU GOMES começou a intercalar sua guitarra (monstruosamente tocada) com o cavaquinho.

Os baianos que viviam em um sítio em Jacarepaguá, levando um modo de vida totalmente hippie, trouxeram para os nossos ouvidos a verdadeira essência da música. Independente do gênero. De fato, o comunismo e a espiritualidade vivida por eles no local, culminaram nas letras do grupo. As pequenas coisas da vida que a torna tão bela, tornam-se evidentes para o ouvinte.

Vocês, leitores que gostam de rock and roll e música pesada, provavelmente não estão entendendo porque tem uma resenha de um disco dos NOVOS BAIANOS, que foi um grande nome da MPB e do Samba, no Whiplash. Bom, eu vou lhe explicar.

Primeiramente, os NOVOS BAIANOS contavam com o maior guitarrista do Brasil: PEPEU GOMES. Que você querendo ou não, tem que admitir que é sim a maior lenda da guitarra do país. Além de DADI CARVALHO, um grande admirador do Rock And Roll. Membros a parte, esse épico da música nacional, "Acabou Chorare", é muito rock and roll. Mesmo com a influência de JOAO GILBERTO nas composições, a pegada roqueira é muito nítida, e completa essa obra de arte.


"Brasil Pandeiro" abre o disco de forma esplêndida, a letra chama muito a atenção. É em momentos como este em que me pergunto o porquê do estrangeiro valorizar mais a cultura brasileira do que o próprio brasileiro, mas isso não é o tema. "Preta Pretinha" se mantém no mesmo estilo, e com a mesma qualidade.

Em "Tinindo Trincando" o material fica mais quente. As guitarras são muito bem trabalhadas, juntamente com a percussão. Quem gosta de CARLOS SANTANA ou até mesmo HENDRIX vai adorar essa música. O samba volta a tomar gosto em "Swing de Campo Grande", essa é o tipo de composição que vai fazer você ouvir músicas de outros gêneros, preste atenção nos solos dessa música.

A balada "Acabou Chorare" é a que você vai menos, se identificar, mas confira mesmo assim. "Mistério do Planeta" vai com certeza lhe remeter a RAUL SEIXAS e "A Menina Dança" a RITA LEE. "Besta é Tu" tem ritmo de samba, mas com pegada semelhante ao rock psicodélico dos MUTANTES. "Um Bilhete Para Didi" é novamente uma mostra do talento de PEPEU GOMES, que de exprime na música um som de sua guitarra de forma excepcional.O disco termina com uma "reprise" de "Preta Pretinha".


Fica a dica de um disco diferente de nota 10, e que vai fazer você ter gosto por música de qualidade em outro estilo. Não deixe de conferir esta maravilha, que até os dias atuais vem causando grande influência em nossos músicos. É essencial para entendermos a MPB. Vale à pena também conferir artistas de MPB como JORGE BEN JOR e PEPEU GOMES (dentre tantos outros) que são de roqueiros tirarem o chapéu - assim como eu.

Faixas:

1- Brasil Pandeiro
2- Preta Pretinha
3- Tinindo Trincando
4- Swing de Campo Grande
5- Acabou Chorare
6- Mistério do Planeta
7- A Menina Dança
8- Besta É Tu
9- Um Bilhete Para Didi
10- Preta Pretinha




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Novos Baianos"


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1980Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1980

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó


Sobre Lucas Troglio

Estudante de Caxias Do Sul (RS), apaixonado por música desde sempre. Aprecia Blues, Rock Progressivo, Hard Rock, Rock Psicodélico, Punk Rock, Funk (verdadeiro), Jazz e outras fontes de música boa. Incrivelmente eclético, crítico e teimoso, defende a música nacional boa e o rock com qualidade artística.

Mais matérias de Lucas Troglio no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336