Necromorten: Thrash Metal irresistível à la Exodus

Resenha - Warfuse - Necromorten

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Tá aí mais uma banda brazuca que gera um inconformismo geral. É preciso perguntar mais uma vez: por que diabos não ouvi falar dela antes? Ótima surpresa do nosso underground (não deveria ser, já que existe desde 1994), o grupo de Fortaleza/Ceará manda bronca num Thrash Metal visceral! Uma pena o registro ser de 2010, pois certamente estaria entre os melhores nacionais de 2012!
5000 acessosMegadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

A porradaria é calcada em arranjos predominantemente velozes, mas com muito espaço para outros cadenciados e não menos empolgantes.

Os riffs de Rodrigo Magnani e Paulo Bessa são primorosos, criativos e pesados, mesmo nos momentos em que apresentam melodia. Um show da dupla garante a enorme qualidade do material. Solos então, nem se fale! Chequem, por exemplo, as faixas “Holocaust” e “Propagator of Pain”!

Outra grande composição é a seguinte – “Iron & Steel” – novamente embelezada pelas guitarras. E faltou falar do vocal ultra rasgado de Pablo Castelar – haja goela – além da estrutura musical que alterna as batidas e dá mais poder a ela.

Já “The Ridiculous Way” é brutal e maravilhosa, enquanto “Transgressor” ganha destaque por ter letras em português e com cantos bem encaixados, diga-se de passagem.

A construção e desenvolvimento introdutório de “The Son of God”, até chegar na parte rápida, também é outra obra de arte. Depois, não tem mais volta, é só pancada. Detalhe para o excelente trabalho de baixo de Eduardo Magnani em determinado momento da música. Fantástico!

Em “Godslayer”, dá para imaginar os moshs gigantescos que os fãs insanos fariam. Impressionante! E a bomba atômica que fecha o disco, adequadamente intitulada de “Thrash Metal”, é um verdadeira aula do estilo.

O encarte também é um show de profissionalismo: tudo bem trabalhado e com uma interessante divisão de símbolos/temas nos quais as composições se dividem. Sendo mais claro, as letras estão divididas em guerra (“Making a War”, “Holocaust”, “Iron & Steel” e “Propagator of Pain”), religião (“The Ridiculous Way”, “Transgressor” e “The Son of God”), homem (“Liberty”, “Godslayer” e “The Conqueror Worm”) e orgulho (“Hymn” e “Thrash Metal”).

Além de tudo isso, a gravação também é excelente, cristalina e pesada ao mesmo tempo. Parabéns novamente ao senhor Magnani, que cuidou de todo o processo!

Para quem curte aquele Thrash irresistível à la Exodus, simplesmente esse disco é uma escolha mais que perfeita (e obrigatória) para se curtir! Agora, quem não é fã, mesmo assim, DEVE adquirir o álbum por sua grandiosidade. E aí, cadê o próximo disco, pessoal?

Gino Productions/Distro Rock Records/Gallery Productions – 2010 – Brasil
http://www.myspace.com/necromorten

Tracklist

1. Making a War 06:12
2. Holocaust 04:37
3. Iron & Steel 04:26
4. Propagator of Pain 05:37
5. The Ridiculous Way 04:33
6. Transgressor 03:05
7. The Son of God 05:36
8. Liberty 03:34
9. Godslayer 05:19
10. The Conqueror Worm 03:02
11. Hymn 04:54
12. Thrash Metal 03:22

Total: 54:17

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com
@som_extremo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Warfuse - Necromorten

370 acessosNecromorten: Thrash feito por quinteto de Fortaleza687 acessosNecromorten: Velocidade com riffs violentos e nervosos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Necromorten"

Dave MustaineDave Mustaine
"Joguei dois feitiços em pessoas, ambos funcionaram!"

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Mascotes do MetalMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

5000 acessosGuitarra: em vídeo, o solo mais destrutivo que você já viu5000 acessosFotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron Maiden5000 acessosVersões originais: 10 músicas que foram "tomadas" emprestadas5000 acessosLita Ford: "Sharon Osbourne nunca perdoa nem tampouco esquece"5000 acessosTatuagens: Você vai se arrepender delas quando ficar velho?4134 acessosDr. Sin: a crise do rock nacional

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online