HelloRay: Tributo sem novidades ao Helloween e Gamma Ray

Resenha - Helloween & Gamma Ray Tribute - HelloRay

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

7


Realmente a iniciativa da gravadora Epicus Records foi ousada: juntar várias bandas até então pouco conhecidas no meio metálico, e realizar um tributo para duas das bandas pioneiras e mais importantes do power metal melódico: o HELLOWEEN e o GAMMA RAY. Ambas as bandas, sem dúvida, influenciaram milhares de outras que se seguiram, e continuam ativas e relevantes até hoje.

A compilação baseia-se em covers de músicas lançadas por ambas as bandas homenageadas entre o interregno de 1985 a 2007, com versões de grupos de diversas nacionalidades e que foram influências pelos mestre alemães.

publicidade

O projeto já está há mais de 3 anos em execução, e finalmente agora vê a luz do dia. Muito embora nem todos apreciem esse tipo de material, nesse caso é interessante pela possibilidade de se conhecer algumas boas bandas novas (e outras nem tão boas assim, é verdade), embora a maioria das versões apresentadas sejam bem fiéis às originais.

publicidade

E deixando de lado o nacionalismo, uma das versões mais legais é a dos brasileiros do PARALLAX para "The Spirit", uma canção excelente e com um belo refrão, mas que não é das mais conhecidas do GAMMA RAY, e que teve aqui uma homenagem impecável e cheia de qualidade.

Ainda temos alguns bons destaques, como GUARDIANS OF MANKIND numa versão pesada e agressiva para "Tribute to the Past" (GAMMA RAY), inclusive com o vocalista com um timbre bem parecido com o de Kai Hansen; OPERA MAGNA com a faixa "Anywhere in the Galaxy" (GAMMA RAY) com um vocal bem diferenciado e ótimos arranjos e coros; e o ROTTEN, com um cover bem brutal de "Leaving Hell" (GAMMA RAY), que ficou uma verdadeira música death metal, incluindo ai blast beats e vocais guturais.

publicidade

Os destaques negativos ficam para as bandas DRACHEN, na péssima versão para a clássica "A Tale That Wasn’t Right" (HELLOWEEN), com solos bizarros e um vocal fraco e pouco empolgante; RAMPART e a faixa "Just A Little Sign", que mostra que a banda precisa urgentemente procurar um novo vocalista; e o DEIMOS, que conseguiu destruir a clássica "Land of the Free" (GAMMA RAY) graças a seu péssimo cantor, que nas partes mais limpas tenta imitar Kai Hansen, mas nos agudos possui um timbre enjoativo e exaustivamente exagerado, além de que a qualidade de gravação da música é bem fraca em comparação com as demais versões do trabalho (reparem no timbre das guitarras, principalmente nos solos, abusando – de nossos ouvidos e - dos tons agudos).

publicidade

Se você, como eu, é fã das duas bandas, vale a pena conhecer o material, com versões honestas mas que não alcançaram grandes resultados em todos os casos. Mas não espere muitas novidades em relação às versões originais (salvo as exceções mencionadas), e nem que irá encontrar aqui alguma banda que irá revolucionar a música pesada.

Helloween & Gamma Ray Tribute - HelloRay
(2012 – Epicus Records - Importado)

publicidade

Track List:

01. Tribute To The Past (GAMMA RAY) - GUARDIANS OF MANKIND
02. Warrior (HELLOWEEN) - GAIA EPICUS
03. The Spirit (GAMMA RAY) - PARALLAX
04. Mr. Torture (HELLOWEEN) - AILLION
05. Anywhere In The Galaxy (GAMMA RAY) - OPERA MAGNA
06. Ain't Got Nothin' Better (HELLOWEEN) - KICKHUNTER
07. Last Before The Storm (GAMMA RAY) - SONEM
08. Where The Rain Grows (HELLOWEEN) - ARMORY
09. A Tale That Wasn't Right (HELLOWEEN) - DRACHEN
10. Just A Little Sign (HELLOWEEN) - RAMPART
11. Leaving Hell (GAMMA RAY) - ROTTEN
12. Judas (HELLOWEEN) - 5TH ELEMENT
13. Heaven Or Hell (GAMMA RAY) - BURN UNIVERSE
14. Before The War (HELLOWEEN) - ILUNGARA
15. Land Of The Free (GAMMA RAY) - DEIMOS

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin