Leptospirose: Uma banda altamente divertida e carismática

Resenha - Aqua Mad Max - Leptospirose

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá! Fim. Essa é a tradução do estrago causado pelo meteórico disco “Aqua Mad Max”, que chega a pouco mais de dezesseis minutos. Detalhe: são dezenove faixas! Para quem ainda não conhece (é possível?), tá aí uma banda altamente divertida e carismática do nosso underground.
5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora5000 acessosSlayer: "Não sei improvisar", diz Kerry King

Bom, imaginem Hardcore, Punk, Grind, Thrash, Rock ‘n’ Roll e outras influências, todas socadas no disco desse trio de Bragança Paulista/SP. Resultado: um álbum muito barulhento, mas diversificado. O que predomina acabam sendo as levadas mais agressivas, mas os ritmos e batidas que saem disso se destacam da mesma forma. Não que se pareça (e não parece mesmo!), mas essa mistura toda tem um quê meio do que a Brutal Truth já fez em “Sounds of the Animal Kingdom”. Calma, é só uma comparação na atitude, ok?

Isso torna mais alto o desafio de citar quais as canções mais interessantes. Realmente, é muito complicado o que sai dessa bagunça toda! E mais: os três músicos – Quique Brown (vocal/guitarra), Velhote (baixo/backing vocal) e Serginho (bateria) SABEM tocar e criam sonoridades muito legais ao longo do play.

Mas vamos lá: a faixa de abertura – “O instrumental desse som vai pro I Shot Cyrus e a cetra que se foda pra quem é, nem vale a pena tocar nesse assunto!” (porrada!) -, “Onde estão os arqueiros?” (arranjo demais!), “Drasticamente barrado no baile”, “Sanduíche de pimento” e “Em Maio todo mundo janta pipoca na minha cidade” (que baixo lindo!) são algumas (só algumas mesmo) das agradáveis belezuras do trabalho. Show! Engraçado como a Leptospirose caiu no gosto “popular” (dentro da cena, obviamente).

Abrindo o encarte do CD, a surpresa de constatar um mini-pôster muito bacana. E claro, os títulos são hilários, alguns deles enormes (como visto no parágrafo anterior) e as letras são, a princípio, muito viajantes. Vale uma boa conferida! A gravação foi feita no Da Tribo Studio (Juninho e Ciero), e a sujeira imperou na produção.

Versátil e revoltado, mas bem humorado, “Aqua Mad Max” é um bom disco que mostra como o barulho pode ser criativo. Abaixo, o clipe da faixa-título.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Leptospirose – Aqua Mad Max
Läjä Records/ Pisces Records/ Balboa Discos/ Zuada Rec/ Cauterized Productions/ Caveira da Força Discos/ Criminal Attack Records/ Xaninho Discos Falidos – 2011 – Brasil

http://www.myspace.com/leptospirose

Tracklist
01 – O instrumental desse som vai pro I Shot Cyrus e a cetra que se foda pra quem é, nem vale a pena tocar nesse assunto!
02 – Drasticamente barrado no baile
03 – Casa própria
04 – Chá é o que há!
05 – Muito trabalho, muita comida e muito café
06 – Em Maio todo mundo janta pipoca na minha cidade
07 – Aeromodelismo também é ismo
08 – Turismo de negócios em Águas de Lindóia
09 – Onde estão os arqueiros?
10 – Aqua Mad Max
11 – Eucalipto – Sal – Geladeira de isopor – Surf
12 – Entrar numas de Roberto Carlos Braga não cola mais
13 – Sanduíche de pimenta
14 – Amarguinho
15 – The song of the soldier that is almost dying
16 – Chair governament changing
17 – Spending on human sewage
18 – Sometimes you’re beaten to the call
19 – “Não é absolutamente necessário ter ritmo e melodia para haver música”

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com
@som_extremo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Leptospirose"

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

SlayerSlayer
Kerry King comenta Grammy, Venom, Dimebag, e mais...

SlipknotSlipknot
Mick Thomson esfaqueado em briga com irmão

5000 acessosAvenged Sevenfold: "The Rev" dizia que não passaria dos 305000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos5000 acessosSlipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal5000 acessosDave Mustaine: As teorias conspiratórias que ele apoia5000 acessosAndreas Kisser: não se arrepende da separação do Sepultura5000 acessosGuns N' Roses: os vídeos da banda, do pior para o melhor

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online