Resenha - Acedia - Dark Age

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Simplesmente esse CD é um achado. E confesso: nunca tinha ouvido falar nessa banda, que até tem um nome manjado. Logo, o lance vai ser analisar o álbum sem conhecer trabalhos anteriores da discografia considerável do conjunto. Mas para constar: esse aqui saiu em versão nacional pela Laser Company (www.lasercompanymusicstore.com.br), fiquem atentos!

Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os tempos

Pois bem: a Dark Age executa uma competente mistura de Heavy Metal com Death melódico, um pouquinho de Gothic e menos ainda de Thrash. Aliás, uma referência (LEVE) que cabe aqui é a Amorphis. A semelhança se dá pela alternância de vocais guturais e limpos, além da beleza e do cuidado com as composições.

Pois é, os riffs lindos, os arranjos trabalhados, as batidas criativas e tudo o mais abrilhantam esse álbum. Não há velocidade extrema aqui e sim andamentos cadenciados que exibem as estruturas das faixas com poucas mudanças rítmicas. A opção pela sonoridade contemporânea deve agradar bangers que curtem um Metal extremo não muito malvado.

O que incomoda aqui e acolá é o uso de elementos eletrônicos (ouçam o timbre da caixa em "Snake of June") em dados momentos. Será que havia essa necessidade? Será que não bastava somente o Metal? Usado dessa maneira, o teclado acaba perdendo a força nas músicas. Entretanto, quando usado de maneira tradicional, criam um clima bem mais denso e até depressivo ao disco. Aí está o aspecto positivo.

A porrada de "Acedia" fica por conta de "10 Steps to Nausea", a mais agressiva do play. Mas entendam essa agressividade de nível 2,5 em escala até 5, ok? É essa tecla que precisa ser novamente batida: o som do conjunto é muito bom, mas não é brutalzão.

A gravação perfeita e o encarte lindo engrandecem ainda mais o trabalho. Enfim, tudo certinho, tudo encaixadinho e limpinho. Uma boa aventura para quem curte barulho e tem mente aberta.

Dark Age - Acedia
Laser Company - 2009 - Alemanha
http://www.dark-age.eu

Tracklist
1. Kingdom Nevercome 04:32 Show lyrics
2. Devote Yourself to Nothing 04:07 Show lyrics
3. Neon Gardens 04:22 Show lyrics
4. Snake of June 04:05 Show lyrics
5. Zeitgeist (Ghost in a Machine) 03:16 Show lyrics
6. 10 Steps to Nausea 03:38 Show lyrics
7. Halo Meridian 04:22 Show lyrics
8. Underneath these Burdens 04:31 Show lyrics
9. All the Unfullfilled 03:36 Show lyrics
10. Babylon Riots 03:18 Show lyrics
11. Myself heretic 04:16 Show lyrics

Total 44:03


Outras resenhas de Acedia - Dark Age

Dark Age: como alvo a geração mais nova de headbangers




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Darkage"


Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock e Metal
Todo artista tem uma fase vergonhosa

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

Heavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capasTradução - Dark Side Of The Moon - Pink FloydMarty Friedman: Por que ele largou o Megadeth para tocar J-Pop?Phil Anselmo: vocalista diz que odeia armas e explica o motivo

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.