Cynic: Obsessão em explorar novas dimensões sonoras

Resenha - Carbon Based Anatomy - Cynic

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


É, nada como a passagem do tempo para mudar alguns rumos... Ainda que o Cynic tenha uma discografia bastante tímida – "Focus" (93) e o excelente "Traced in Air" (08), que marcou o retorno da banda – o norte-americano da Flórida mudou muito sua proposta desde sua fundação, em 1987. O que era uma inicial prática do típico Death Metal deu lugar a uma verdadeira obsessão em explorar novas dimensões sonoras, sem a menor preocupação em se apegar a algum gênero específico.

Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?

Ainda que se atenha à sutileza futurista do já citado "Traced in Air", o fato é que toda a saudável ânsia em ampliar sua musicalidade fez do EP "Carbon Based Anatomy" algo completamente irrotulável. É claro que se percebem resquícios da música extrema, mas a linguagem é outra em função de tudo estar tão diluído em meio à combinação inspirada pelo rock progressivo, folk e delírios espaciais típicos dos ‘malucos-beleza’ comedores de ácido que infestavam os anos 70. A essência do Heavy Metal foi obrigatoriamente atenuada.

Certo, mas o EP é ruim? Não, de maneira alguma. Emocional em todos os níveis, tudo segue tranquilo e apaziguador ao longo das seis faixas distribuídas em pouco mais de 20 minutos. Com três composições instrumentais e três convencionais, temos belíssimas ambientações, um trabalho de guitarras e, principalmente, de bateria que são soberbos, além de muita diversidade vocal, com linhas femininas, faladas e por aí vai, mas com a completa ausência de rosnados ou guturais.

Paul Masvidal (voz e guitarra) e Sean Reinert (bateria) são as mentes pensantes por trás do Cynic e que dotaram "Carbon Based Anatomy" com uma excêntrica sonoridade. E o público que poderá apreciar este EP também será considerável, indo dos devotos do rock progressivo e psicodélico, experimental e música ambiente, além, é claro, do headbanger com uma capacidade para aceitar como uma banda pode orientar sua música da forma que lhe convier. Ótimo registro!

Contato:
http://www.cyniconline.com
http://www.myspace.com/cyniconline

Formação:
Paul Masvidal - voz e guitarra
Sean Reinert - bateria e teclados

Cynic - Carbon Based Anatomy EP
(2011 / Season Of Mist – importado)

01. Amidst The Coals
02. Carbon-Based Anatomy
03. Bija!
04. Box Up My Bones
05. Elves Beam Out
06. Hieroglyph




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sean Reinert: doação de órgãos do batera do Cynic foi rejeitada por ele ser gaySean Reinert
Doação de órgãos do batera do Cynic foi rejeitada por ele ser gay

Fora do Armário: Ex-membros do Death se assumem como gaysFora do Armário
Ex-membros do Death se assumem como gays


Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

O Whiplash.Net protege quem anuncia no site?O Whiplash.Net protege quem anuncia no site?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin