Novembers Doom: "Aphotic" será lembrado por sua beleza

Resenha - Aphotic - Novembers Doom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A Shinigami tem lançado muita coisa boa nos últimos meses, especialmente na área de música extrema. E aqui, mais uma vez não há excessão à regra.
5000 acessosMaridos traídos: Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'Anno5000 acessosSlipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras

Não conhecia o Novembers Doom – uma vergonha, pois a banda foi formada há mais de 20 anos - mas logo percebi que era uma boa banda. Aliás, ótima. O estilo dos americanos, apesar do nome do grupo, não apresenta tantas partes doom como se esperaria. Há inclusive blast beats e um diálogo direto com o death metal.

“The Dark Host” abre o trabalho com um som meio arrastado, mas que lá pela metade, vira uma porrada infernal. Os contrapontos entre partes leves e pesadíssimas surpreende. Já a levada de “Harvest Scythe” é qualquer coisa de empolgante em seu ritmo.

A lentidão volta com “Buried”, muito bonita e hipnótica, assim como “What Could Have Been”, uma acústica com vocal feminino que arrepia. Depois vem “Of Age and Origin - Part 1: A Violent Day” trazendo riffs maravilhosos e uma estrutura fantástica.

Já a segunda parte – “Of Age and Origin - Part 2: A Day of Joy” – é doce e triste. A penúltima faixa – “Six Sides” – é mais pesadona e trabalhada, talvez a melhor do play. E fechando, temos “Shadow Play”, suave e densa.

Entre os músicos, destaque para o impactante vocal gutural e assustador de Paul Kuhr. Parece um timbre que vem lá das profundezas e realmente cria um peso absurdo às canções. Contrapondo tal espetáculo, o cara também faz uns vocais limpos que combinam com o instrumental. Aliás, posso até dizer besteira, mas combina mais os vocais limpos do que os guturais nas composições.

Quanto à qualidade sonora, é espetacular, com tudo bem cristalino. Já a capa e o encarte são um show, com fotos que dariam bons quadros. O clima meio gélido das paisagens remetem a pura melancolia.

“Aphotic” será lembrado por sua beleza, tanto pelas músicas e letras, quanto pela arte gráfica. Aposte no CD, um grande lançamento em 2011. Dá uma olhada no clipe de “What Could Have Been” aí embaixo e sinta-se envolvido na canção.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Novembers Doom – Aphotic
Shinigami Records – 2011 – Estados Unidos
http://www.myspace.com/novembersdoom

Tracklist
1. The Dark Host
2. Harvest Scythe
3. Buried
4. What Could Have Been
5. Of Age and Origin - Part 1: A Violent Day
6. Of Age and Origin - Part 2: A Day of Joy
7. Six Sides
8. Shadow Play

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Aphotic - Novembers Doom

855 acessosNovembers Doom: Álbum mais consistente dos últimos tempos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Novembers Doom"

Doom MetalDoom Metal
Os trabalhos essenciais segundo o About.com

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Novembers Doom"

Maridos traídosMaridos traídos
Não adianta: todo mundo terá seu dia de dor-de-corno

SlipknotSlipknot
Corey explica desvantagens das máscaras

Iron MaidenIron Maiden
Veja a banda como você não gostaria de vê-la

5000 acessosThe Doors: A mais famosa foto do fantasma de Jim Morrison5000 acessosMetallica: banda passa dificuldades financeiras, dizem biógrafos5000 acessosComo enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do Whiplash.Net?5000 acessosNightwish: Floor Jansen dá a sua receita para uma voz afinada5000 acessosPorta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros5000 acessosDream Theater: Jordan Rudess comenta pior show de sua vida

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online