Katra: a mais nova revelação do metal gótico finlandês

Resenha - Beast Within - Katra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar Correções  

7


Considerada a mais nova revelação do metal gótico finlandês, a KATRA finalmente, lança o seu segundo álbum aqui no Brasil. "Beast Within", o primeiro registro do grupo com letras em inglês, contou com a produção de Risto Aisikamen (STRATOVARIUS) e está disponível no mercado nacional via Hellion Records.

MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalRed Hot Chili Peppers: as melhores músicas segundo o Loudwire

Desde 2006 na ativa e em torno da vocalista Katra Solupuro, o sucesso da KATRA só veio no ano seguinte, quando o grupo lançou o seu primeiro álbum, auto-intitulado. Com letras exclusivamente em finlandês e uma repercussão excelente no seu país, o disco chamou a atenção da gravadora Napalm Records/SPV, que contratou a banda. Depois de um sólido reconhecimento na Finlândia, a KATRA e a sua gravadora sentiram a necessidade de conquistar o seu espaço no resto da Europa – e por que não – no restante do mundo.

Com quase cinquenta minutos de duração, "Beast Within" apresenta doze composições diretas, com letras em inglês e sem grandes orquestrações. Embora lembre ícones do estilo como NIGHTWISH e WITHIN TEMPTATION, o novo grupo finlandês não realiza um trabalho essencialmente sinfônico. O que há, ao longo do registro, são intercalações entre momentos pesados (puramente heavy metal) e outros mais cadenciados (que se aproximam do limite com o pop), sem nunca – é importante dizer – fazer feio. Em minha opinião, o maior "porém" no trabalho do KATRA é não trazer nenhuma referência nova para o estilo, atualmente tão saturado de ideias repetitivas. De uma forma evidente, as composições de "Beast Within" possuem raízes e semelhanças fortes com as referências citadas anteriormente.

"Grail of Sahara" – música que abre "Beast Within" – lembra bastante os discos mais recentes do NIGHTWISH. A fórmula da composição, com pequenos arranjos eruditos no teclado, andamento mais arrastado e refrão com o peso e rapidez em evidência, se repete ao longo de todo o álbum. Essa característica, a meu ver, deixa claro que ainda falta para a KATRA desenvolver a criatividade para compor músicas com maior inspiração. No entanto, "Forbidden Bride", "Mystery" – e as ótimas baladas "Promise Me Everything" e "Scars in My Heart" – comprova que há uma banda instrumentalmente coesa.

O melhor momento do álbum fica por conta de "Fade to Gray", a composição mais pesada do material. Nessa faixa, a banda conseguiu encaixar muitíssimo bem linhas interessantes de teclado. Da mesma forma, "Flow" merece igualmente outra referência de destaque. Com essa música, a KATRA uniu melhor, se comparada com as demais faixas de "Beast Within", o peso das guitarras com a voz suave de Katra Solupuro. "Storm Rider", muito pesada e de qualidade, contrasta com a atmosférica "Kuunpoika" – a única cantada em finlandês – que fecha o disco.

Embora tenha qualidades visíveis e um time de bons músicos, atualmente com Kristian Kangasniemi (guitarra), Teemu Matasjarvi (guitarra), Johannes Tolonen (baixo) e Matti Auerkallio (bateria), a KATRA não passará pelo teste do tempo e deverá cair em esquecimento. "Beast Within" é capaz de empolgar pouco o público que conferir, pela primeira vez, o trabalho da banda finlandesa. Naturalmente, é de se esperar que o grupo, com menos de cinco anos de experiência, cresça na estrada e possa mostrar, no futuro, um material mais rico e diversificado dentro do metal gótico sinfônico.

Track-list:
01. Grail of Sahara
02. Forgotten Bride
03. Beast Within
04. Fade to Gray
05. Swear
06. Promise Me Everything
07. Mystery
08. Flow
09. Scars in My Heart
10. Storm Rider
11. Mist of Dawn
12. Kuunpoika




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Red Hot Chili Peppers: as melhores músicas segundo o LoudwireRed Hot Chili Peppers
As melhores músicas segundo o Loudwire


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin