Kiko Loureiro: no solo a real versatilidade nas seis cordas

Resenha - Fullblast - Kiko Loureiro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Thiago El Cid Cardim
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Dizer que Kiko Loureiro é um excelente guitarrista é pura obviedade – afinal, basta vê-lo comandando uma das guitarras da banda brasileira Angra. No entanto, nos recentes discos “Temple of Shadows” e “Aurora Consurgens”, quem dá as caras é um Kiko Loureiro mais técnico e virtuoso, capaz de disparar uma centena de notas por minuto. É nos discos-solo, no entanto, que enxergamos sua real versatilidade no comando das seis cordas, uma versatilidade que tem menos a ver com velocidade e mais a ver com sutileza. A mais recente empreitada, “Fullblast”, pode ser considerada uma verdadeira mistura da ferocidade roqueira de “No Gravity” com o absoluto ecletismo de “Universo Inverso”. O resultado? Empolgante até mesmo para quem, como eu, tem pouca paciência para álbuns instrumentais de guitarristas.
1203 acessosAngra: "Você vai fazer xixi de tanto gostar do novo álbum"5000 acessosMorre Diabo: ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredder

Em “Fullblast”, Loureiro forma um power trio com outros dois músicos de primeira linha. No baixo, seu parceiro de Angra, Felipe Andreoli – só para reforçar, favor não confundir com o repórter do “CQC”. E nas baquetas, um dos melhores e mais subestimados bateristas do mundo, Mike Terrana, que já passou pela cozinha de bandas como Rage, Masterplan e Axel Rudi Pell.

Mas é claro que o guitarrista transforma seus riffs nas grandes estrelas do álbum. “Headstrong”, a música que abre “Fullblast”, é uma paulada heavy metal bem familiar aos fãs do Angra. Mas aí vem “Desperado”, que tem seu temperinho étnico e que, lá pela metade, oferece um interlúdio quase bossa nova. Logo depois, já emenda “Cutting edge”, que para os ouvidos mais atentos carrega uma sonoridade meio thrash metal em um determinado momento. Eclético o suficiente para você? E olha que estamos falando apenas das três primeiras músicas do disco!

Totalmente despido de preconceitos, Loureiro deixa a porradaria de lado em “Excuse me”, se entregando a uma baladinha sutil, que chega a flertar com o pop. Pop dos bons, leia-se. Enquanto “A Clairvoyance” tem sua levada de quase música de salão, um romantismo sem vergonha de assumir aquele ladinho meio brega, "Se Entrega, Corisco!" é retorno direto aos tempos de “Holy Land”, com elementos do forró nordestino - daquele do magistral Jackson do Pandeiro, entrando de cabeça na raiz do negócio.

Logo depois da quase épica “Outrageous”, com seus ares de trilha sonora de superprodução hollywoodiana, surge “Mundo Verde” que é nada mais, nada menos do que um samba, daqueles bem intimistas e doces. Consegues imaginar um guitarrista de heavy metal fazendo claras referências ao também genial Paulinho da Viola? Pois é. Em “Fullblast” você vê. Ou melhor, escuta.

Talento Kiko Loureiro tem de sobra. Mas é sempre uma agradável surpresa ver um músico saído de um gênero tão acusado de cabeça-dura como o metal ter igualmente coragem para encerrar seu disco solo com o delicado dedilhado acústico de ares MPB da faixa “As it is, Infinite”. Sinal de que o guitarrista sabe reconhecer boa música, independente do rótulo que se queira dar a ela. E sinal de que ele também está disposto a fazer música boa, sem precisar ficar preso a rótulos babacas. Just push play.

Line-up:
Kiko Loureiro – Guitarra
Felipe Andreoli – Baixo
Mike Terrana – Bateria

Tracklist:
01. Headstrong
02. Desperado
03. Cutting edge
04. Excuse me
05. Se entrega, Corisco!
06. A Clairvoyance
07. Corrosive voices
08. Whispering
09. Outrageous
10. Mundo verde
11. Pura vida
12. As it is, infinite

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Fullblast - Kiko Loureiro

5000 acessosKiko Loureiro: para desespero dos puristas do Metal

1203 acessosAngra: "Você vai fazer xixi de tanto gostar do novo álbum"1186 acessosAngra: Tira o Gate do Bumbo, Emiliano!345 acessosAngra: Felipe Andreoli lança curso online718 acessosAngra: 10 Melhores músicas no Disco Voador Rocks1244 acessosRio Rock City: O Power Metal morreu?1299 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Rhapsody Of FireRhapsody Of Fire
Fabio Lione anuncia sua saída da banda

Rafael BittencourtRafael Bittencourt
"O que vou ensinar para este menino?"

Felipe AndreoliFelipe Andreoli
Louvado por homônimo do CQC no programa do Huck

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kiko Loureiro"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

Morre DiaboMorre Diabo
Ele aprendeu a tocar guitarra e virou um shredder

PPCornPPCorn
As 5 maiores vozes do Rock - Freddie Mercury não é o 1º

Silas MalafaiaSilas Malafaia
Pastor manda um stage-dive no meio da plateia

5000 acessosCliff Burton: um hippie headbanger5000 acessosExtreme: banda implode durante show e Nuno abandona o palco5000 acessosGuns N' Roses: os Jovens Pistoleiros, sexo, drogas e RnR5000 acessosRockstars: publicação elege os 100 maiores ainda vivos5000 acessosKreator: Millie Petrozza fala sobre respeito devido ao Metallica5000 acessosSlash: "não entendo a histeria sobre o Guns N' Roses"

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online