Vader: a velha fórmula segue confiante e violentíssima

Resenha - Necropolis - Vader

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Apesar de o Vader já ser considerado um ícone em se tratando de Heavy Metal extremo, muitos ainda não entenderam o real motivo de três de seus integrantes abandonarem os respectivos postos em uma fase tão boa. Somente sobrou o fundador, vocalista e guitarrista Peter para juntar os cacos e continuar sua trajetória, e, para tanto, contatou Reyash (baixo), Vogg (guitarra, Decapitated) e Pawel (bateria, Soul Snatcher) para a gravação de "Necropolis", o nono álbum de sua respeitável discografia.

Apesar dos problemas que poderiam decorrer em função de toda essa mudança de formação, o Vader não vacilou. Sua fórmula, definida há tempos, segue confiante e violentíssima, com suas raízes na velha escola do Death Metal devidamente entrelaçadas ao Thrash e executada de forma perfeita. E "Necropolis" novamente consegue soar atualizado e apresentar aquela classe selvagem de riffs grudentos – o de "Dark Heart" é matador! – que muitos desejariam alcançar em algum ponto de sua carreira, além de uma incrível performance vocal.

publicidade

O repertório é consistente e está balizado lá em cima, porém não oferece grandes surpresas ou uma canção de real destaque. E isso não é um problema quando o repertório oferece música da mais alta estirpe. Mas há uma curiosa faixa, "When The Sun Drowns In Dark", que se aventura por arranjos que remetem diretamente ao Heavy Metal mais tradicional e com um resultado muito bacana, mas que poderá aborrecer parte do público. A audição é finalizada com o cover "Black Metal" (Venom) e "Fight Fire With Fire" (Metallica), aqui cantada por Maciek Taff (Rootwater, Black River).

publicidade

A edição nacional de "Necropolis" está saindo via Mutilation Productions e traz como bônus o DVD "To Live!!!", com um trecho de 26 minutos de uma apresentação beneficente do Vader no Studio Club da Cracóvia (Polônia) em abril de 2009, para arrecadar fundos para ajudar na recuperação do conterrâneo Covan, vocalista do Decapitated, que se acidentou seriamente na Rússia no final de 2007. Com cinco câmeras à disposição, a qualidade do vídeo é satisfatória e dá para sacar como a nova formação funciona sobre os palcos. Uma massa sonora e visual!

publicidade

Entre tantas as bandas que se prontificam a tocar Death Metal, o Vader continua a fazer diferença sem inovar em absolutamente nada. E esta fidelidade a um estilo que faz parte de sua vida, somado a uma aparente facilidade em elaborar arranjos convincentes é que faz com que seus álbuns estejam em um patamar muito acima da média do é lançado por aí neste gênero musical.

publicidade

Contato:
http://www.vader.pl
http://www.myspace.com/vader

Formação:
Piotr 'Peter' Wiwczarek - voz, guitarra e baixo
Wacław 'Vogg' Kiełtyka - guitarra
Tomasz 'Reyash' Rejek - baixo
Paweł 'Paul' Jaroszewicz - bateria

publicidade

Vader - Necropolis
(2009 - Nuclear Blast Records / Mutilation Productions - nacional)

01. Devilizer
02. Rise Of The Undead
03. Never Say My Name
04. Blast
05. The Seal
06. Dark Heart
07. Impure
08. Summoning The Futura
09. Anger
10. We Are The Horde
11. When The Sun Drowns In Dark
12. Black Metal (Venom cover)
13. Fight Fire With Fire (Metallica cover)

DVD To Live!!!
01. Crucified Ones
02. Black To The Blind
03. The Epitaph
04. Carnal
05. Wings
06. This Is The War
07. Lead Us

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Hammer: As melhores músicas da história do Death MetalMetal Hammer
As melhores músicas da história do Death Metal

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL


Linkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a bandaLinkin Park
20 coisas que você não sabe sobre a banda

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin