Ace Frehley: um bom álbum apesar da arte gráfica horrível

Resenha - Anomaly - Ace Frehley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Miola de Amorim
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Quando, em 1978, Gene Simmons, Paul Stanley, Peter Criss e Ace Frehley decidiram lançar os trabalhos solos, ninguém acreditava que Ace conseguiria. Paul declarou: “...para ser honesto, não acreditei que ele pudesse fazer algo tão bom”. E com todo respeito a Paul Stanley e seu ótimo trabalho solo, mas meu preferido é o de Ace. Por isso, peço desculpas se eu ficar comparando “Anomaly” com o álbum de 1978.
493 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita5000 acessosSteven Tyler: vocalista admite que já queimou a rosca

Apesar de alguns hiatos em sua carreira, pode-se dizer que Ace sempre dá as caras. Alguns anos depois de sair do Kiss montou o Frehley’s Comet, continuou com a carreira solo, se reuniu com o Kiss e, após vinte anos de seu último trabalho, “Trouble Walkin’”, coloca no mercado “Anomaly”. E com certeza está satisfeito, pois o álbum foi bem recebido pelo público e crítica, galgando boas posições nas paradas da Billboard.

Ace produziu o álbum e, diga-se, se saiu muito bem. Uma qualidade de som limpa, encorpada e alta. Pode abaixar o volume em uns 20% antes de colocar o CD para rodar para não correr o risco de estourar as caixas de som. Das 12 faixas, Ace só não escreveu uma, e ainda fez a arte da capa, que, convenhamos, está horrível! Dedica-o à família, aos amigos, aos fâs e à memória de Eric Carr e Dimebag Darrell.

O trabalho abre com “Foxy & Free”, que não chega perto de “Rip It Out”, de seu primeiro solo, mas é muito boa. E, comparando novamente com o trabalho de 1978, é justamente o que falta em “Anomaly”, canções mais enérgicas, com guitarras mais raivosas, como outrora. Ace tem uma ótima atuação, mas está claramente mais contido. Em “A Little Below The Angels”, o guitarrista faz referência aos seus tempos de alcoólatra – “alcohol was a friend of mine” -, mas diz estar sóbrio há três anos. O álbum encerra com a instrumental “Fractured Quantum”, que remete, como em outras vezes, à também instrumental de seu primeiro trabalho solo, “Fractured Mirror”; aliás, já está na hora de parar com isso. Dentre os músicos que participam deste álbum, convém destacar o baterista Anton Fig, que acompanha o guitarrista há mais de três décadas.

“Anomaly” é um trabalho muito bom, que agradará aos fãs do guitarrista, do Kiss e hard rockers em geral, mas, por ser apaixonado pelo seu primeiro trabalho, aquele, lá de 1978, esperava um pouquinho mais de Ace. Fora a pisada na bola em relação ao material gráfico/embalagem do CD. Em épocas de pirataria, em que o artista deve procurar agregar valor ao seu produto, Ace fez justamente o contrário. Uma embalagem de papelão bem fraquinha, onde o CD fica mal acondicionado em uma embalagem interna que você dobra e vira uma pirâmide, para deixar de decoração em sua sala de estar (só na cabeça de Ace...), além do encarte ser um mini-poster dobrado em quatro que carece de informações (no mínimo um livreto com fotos e letras). E você paga R$60/R$70 pelo cd e recebe isso em casa. Depois reclamam da pirataria.

Faixas:
1. Foxy & Free
2. Outer Space
3. Pain In The Neck
4. Fox On The Run
5. Genghis Khan
6. Too Many Faces
7. Change The World
8. Space Bear
9. A Little Below The Angels
10. Sister
11. It’s A Great Life
12. Fractured Quantum

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Ace FrehleyAce Frehley
Em parceria com Gene, desmente que foi chamado para voltar ao Kiss

493 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ace Frehley"

Ace FrehleyAce Frehley
Músico escolhe seus 5 discos essenciais de guitarra

SlashSlash
15 grandes registros em músicas de outros artistas

KissKiss
Ace Frehley: "Gene quer dinheiro! Eu, música e arte!"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ace Frehley"

Steven TylerSteven Tyler
Vocalista admite em livro que já queimou a rosca

Dimmu BorgirDimmu Borgir
Silenoz: "Não sei se me classificaria como satanista!"

Corey TalorCorey Talor
"Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

5000 acessosEddie: a foto que supostamente inspirou Derek Riggs5000 acessosEdu Falaschi: fax com convite de seleção para o Iron Maiden5000 acessosBlind Guardian: Algumas verdades sobre Hansi Kürsch3694 acessosVídeo: A mais brutal bateria natalina do ano5000 acessosLed Zeppelin: sexo explícito na entrega de discos de ouro em 19735000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

Sobre Daniel Miola de Amorim

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online