Matérias Mais Lidas

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemIron Maiden faz mais um show da "Legacy Of The Beast World Tour"; veja setlist

imagemA definição de rock n roll segundo quem melhor entende do assunto: Mick Jagger

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagem"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemQuem foi o brasileiro a tocar a guitarra de três braços antes do Steve Vai?

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemTodos os discos do Nightwish, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer


Stamp

Dark Moor: peça indispensável para os amantes do estilo

Resenha - Tarot - Dark Moor

Por Diego Camara
Em 06/07/09

Nota: 8

A saída de Elisa Martin foi bastante sentida pelos fãs do Dark Moor, principalmente no lançamento de "Beyond the Sea" em 2005, onde muitos duvidaram da capacidade dos espanhóis em oferecer um bom conjunto de metal e sinfonia sem a vocalista e suas composições. O álbum conceito "Tarot", lançado dois anos depois, viria como resposta à altura para todos aqueles que duvidaram do grupo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Tarot" é um álbum realmente forte e consistente em todos os sentidos. Começando pela arte de capa, com um dos mais belos desenhos dentre os álbuns lançados em 2007, que transmite muito do misticismo colocado no álbum, onde cada música fala sobre algum dos arcanos maiores do baralho de tarô.

A abertura do álbum é feita pela intro "The Magician", com um som bastante misterioso e sinfônico, bem ao estilo pomposo do grupo. A música seguinte, "The Chariot", traz um som mais forte e um bom uso de bateria e guitarra, além de um refrão bastante marcante. O vocal de Alfred Romero se apresenta muito bem, dando o tom épico que a música necessita.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"The Emperor", a quinta faixa, vem carregada de emoção, com um coral no refrão e vocais guturais distribuídos pela música. O som fica bastante carregado e completo, com uma fusão bastante cadenciada entre Heavy Metal e Música Clássica já conhecida da banda, principalmente no solo de guitarra, mostrando a competência de Enrik Garcia.

A faixa seguinte, "Devil in the Tower", quebra o som do álbum, dando uma virada sensacional no que até agora tinha sido apresentado. Um coral acompanha a música, juntamente com vocal gutural e o som rápido de bateria e guitarra, que acaba criando um ambiente onde a sinfonia dá o tom de contraponto ao heavy metal, no que parece um grande conflito. Destaque para o trecho a capella da música, que caiu muito bem no som dos espanhóis.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O álbum termina com "The Moon", música conceituada na canção "Moonlight Sonata" de Beethoven, que fecha o trabalho com chave de ouro. O som épico do Dark Moor se mistura aos elementos da sinfonia de maneira única. Vale ressaltar a letra composta para esta música, que se encaixa como uma luva na canção, como se a melodia tivesse sido originalmente feita para ela.

"Tarot" se apresenta como uma peça indispensável para os amantes do estilo da banda, que gostam de um bom heavy metal com sons de música clássica. É um álbum que mostra a maturidade do Dark Moor. Se em "Beyond the Sea" muitos sentiam a falta de Elisa Martin, em "Tarot" a presença dela já deixou de ser indispensável.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Dark Moor é:
Alfred Romero – Vocal
Enrik Garcia – Guitarra
Dani Fernandes – Baixo
Roberto Cappa – Bateria

Faixas de "Tarot":
1. The Magician
2. The Chariot
3. The Star
4. Wheel of Fortune
5. The Emperor
6. Devil in the Tower
7. Death
8. Lovers
9. The Hanged Man
10. The Moon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre

Mais matérias de Diego Camara.