Schenker: destaque numa discografia de altos e baixos

Resenha - Gipsy Lady - Schenker Barden Acoustic Project

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Assim que Michael Schenker deixou o UFO e deu início ao MSG no comecinho da década de 1980, os amantes do Hard Rock europeu ficaram impressionados com o expressivo resultado da parceria do guitarrista alemão com o então desconhecido vocalista Gary Barden. E o melhor dessa fase ficou muito bem registrado nos álbuns "The Michael Schenker Group" (80) e "MSG" (81).

UFO: Michael Schenker diz que não tinha ideia do que fazia, apenas se divertia tocandoZodíaco True: Os perfis de cada signo em versão Headbanger

Esta dupla passou um bom tempo sem apresentar algo novo ao público, até que em 2008 novamente fizeram bonito com "In the Midst Of Beauty". E parece que resolveram continuar empolgados, mas agora com uma idéia totalmente diferente. Como o próprio nome já deixa claro, "Gipsy Lady" é um projeto acústico, e que mais uma vez comprova que ambos os músicos continuam com uma sinergia interessantíssima - mesmo quando as composições deixam de lado a velha distorção das guitarras elétricas.

Ainda que a voz de Barden, agora um tanto quanto profunda e suave, receba naturalmente grande destaque, é inegável que o mais marcante no repertório seja a abrangência de seus arranjos, que flertam com extremo bom gosto a musicalidade de várias culturas, conseguindo transportar o ouvinte ao seu respectivo país de origem, ou às mais variadas épocas ou, que seja, proporcionando sensações das mais diversas, mas sempre agradáveis.

Assim, muitas vezes se é surpreendido por instrumentos inusitados, como o uso de violão flamenco e castanholas na incrível "Dance Lady Gipsy"; ou ainda a grudenta "Fight For Freedom", cujas flautas e violino remetem imediatamente à Irlanda. O formato acústico geralmente proporciona belíssimas baladas, e "Hungry" corresponde completamente às expectativas. E, apenas para se estender mais um pouco, muitos terão como preferidas justamente as instrumentais "El Grande" e "The Journey".

Ainda que Michael Schenker já tenha liberado outros álbuns acústicos na série instrumental "Thank You", esta é a primeira vez que o guitarrista permite que alguém coloque letras em composições deste tipo. O resultado é tão bom a ponto de "Gipsy Lady" se destacar numa discografia pontuada por altos e baixos como é a do MSG. Um ótimo trabalho, e que segue além do rock'n'roll.

Formação:
Gary Barden - voz
Michael Schenker - guitarra
Michael Voss - guitarra, baixo e teclados
Kai Luennemann - percussão

MSG - Schenker Barden Acoustic Project - Gipsy Lady
(2009 / Inakustik Records - importado)

01. Lost
02. Dance Lady Gipsy
03. All Of My Life
04. Fight For Freedom
05. El Grande
06. Starting Over
07. Can'T Live On Love Alone
08. Another Melody
09. Travelled So Far
10. Hungry
11. Night Of The Stare
12. The Journey

Homepage:
http://www.michaelschenkerhimself.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Michael Schenker"


UFO: Michael Schenker diz que não tinha ideia do que fazia, apenas se divertia tocandoMichael Schenker: o segundo disco da festa que reúne lendas do rockMichael Schenker Fest: projeto do lendário guitarrista lança o álbum Revelation

Michael Schenker: ele não quis tocar com Ozzy Osbourne, Motorhead, nem AerosmithMichael Schenker
Ele não quis tocar com Ozzy Osbourne, Motorhead, nem Aerosmith

Heavy Metal: Qual a música mais influente para o gênero?Heavy Metal
Qual a música mais influente para o gênero?

Scorpions: Rudolf responde às acusações do irmão Michael SchenkerScorpions
Rudolf responde às acusações do irmão Michael Schenker

Kirk Hammett: Michael Schenker acha que ele copia o que ele fazia em 1972Kirk Hammett
Michael Schenker acha que ele copia o que ele fazia em 1972


Zodíaco True: Os perfis de cada signo em versão HeadbangerZodíaco True
Os perfis de cada signo em versão Headbanger

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"

Morreu Dormindo: as últimas horas de vida de Lemmy KilmisterMorreu Dormindo
As últimas horas de vida de Lemmy Kilmister

Ozzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in RioOzzy Osbourne
Comendo oferenda de macumba no Rock in Rio

Ultraje a Rigor: Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos StonesUltraje a Rigor
Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos Stones

Regis Tadeu: depois de 40 anos, Sabotage ainda causa calafriosRegis Tadeu
Depois de 40 anos, "Sabotage" ainda causa calafrios

Roger Waters: acusado de plágio, novo disco não está sendo vendido na ItáliaRoger Waters
Acusado de plágio, novo disco não está sendo vendido na Itália


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336