Impellitteri: conquistando o mais exigente dos headbangers

Resenha - Wicked Maiden - Impellitteri

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Mesmo sendo devidamente subestimado por grande parte do público, Chris Impellitteri já assegurou a inscrição de seu nome na história do Heavy Metal como um dos mais rápidos guitarristas do planeta. É fato que sua parceria com o vocalista Rob Rock sempre deu certo e rendeu excelentes álbuns para o gênero, tanto que seu último disco, "Pedal To The Metal" (04), algo mais experimental e que contava então com a voz de Curtis Skelton, passou relativamente despercebido pelo público.

Foram necessários três anos para concluir "Wicked Maiden" e a expectativa entre os fãs era grande, principalmente depois da confirmação de que este marcaria o retorno do carismático Rob Rock. E isso, aparentemente, vem fazendo com que muitos já considerem o álbum como o melhor trabalho desde o clássico "Answer To The Master" (94). Exageros à parte, o Impellitteri oferece 10 faixas do que exatamente se espera do grupo, ou seja, aquele Heavy Metal galopante, tradicional e repleto de inclinações da música clássica.

publicidade

Como não poderia deixar de ser, "Wicked Maiden" é um disco interessantíssimo para os guitarristas. Ainda que seus riffs sejam ‘simples’, nunca deixam de ter forte ênfase nas melodias e harmonias, além de os solos serem o real ponto onde Chris mostra toda a classe de seu estilo. E acrescentar algo sobre a versatilidade e capacidade de expressão que Rob Rock possui seria mera redundância... Vai gritar assim!!!

publicidade

Apesar dos esforços no sentido de dar vida própria a cada canção, o resultado não chegou exatamente lá, pois ainda faltou certa variedade no repertório. Mas nada que realmente comprometa a audição como um todo, pois a faixa-título, a brutal "Last Of A Dying Breed", além do bonito refrão de "Eyes Of An Angel" são algumas das inúmeras ocasiões vencedoras que conquistarão até mesmo o mais exigente dos headbangers.

publicidade

Um bom álbum, com excelentes músicos. Assim, tendo "Wicked Maiden" permanecido fiel ao estilo musical que conquistou admiradores por tantos países, Impellitteri e cia continuarão a fazer história sem seguir modas ou tendências. E esperemos que, a exemplo de seu antecessor "Pedal To The Metal", o novo disco também chegue às prateleiras do mercado brasileiro – pois esse importado está com um preço salgado mesmo!

publicidade

Formação:
Rob Rock - voz
Chris Impellitteri - guitarra
James Pulli - baixo
Brandon Wild - bateria

Impellitteri - Wicked Maiden
(2009 / Metal Heaven – importado)

01. Wicked Maiden
02. Last Of A Dying Breed
03. Weapons Of Mass Distortion
04. Garden Of Eden
05. The Vision
06. Eyes Of An Angel
07. High School Revolution
08. Wonderful Life
09. Holyman
10. The Battle Rages On

publicidade

Homepage:
http://www.myspace.com/impellitteriofficialsite




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradasHeavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas

Chris Impellitteri: mensagem desaforada para o KissChris Impellitteri
Mensagem desaforada para o Kiss


Simone Simons: Rammstein me faz querer mexer a bundaSimone Simons
"Rammstein me faz querer mexer a bunda"

Judas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy MetalJudas Priest
10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin