Mortaes: excelente amálgama entre elementos Thrash e Death

Resenha - Obsessive Visions - Mortaes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

10


O fato de o cenário brasileiro vir apresentando ótimas bandas já é notícia velha. Mas entre estas mesmas bandas sempre há algumas que conseguem dar alguns passos à frente das demais. E esse é o caso do Mortaes, natural de Brasília e capitaneado pelo guitarrista e vocalista Fabrício Moraes (Abhorrent, Dark Avenger, Harllequin), que já havia liberado no início de 2008 seu debut, "Obsessive Visions", de forma independente.

E o disco era tão incrível que estava merecendo o apoio de um selo respeitável para uma distribuição decente. E foi isso que o Fabrício conquistou. Assinando com a Die Hard Records, o mesmo "Obsessive Visions" agora chega ao público com uma nova concepção gráfica e com a inserção de uma canção inédita chamada "Ritual Of Life", que conta com a voz cáustica de Fabrício e Cláudia Duarte, com aquele estilo que novamente se mostra pra lá de definido em sua proposta.

publicidade

A abordagem geral é um excelente amálgama entre alguns elementos do Thrash e Death Metal, com os obscuros teclados inerentes ao Black Metal. Há muita influência da música neoclássica e o resultado final apresenta muitas características particulares. Importantíssimo citar a participação de convidados como Hecate (Miasthenia), Caio Duarte (Dynahead), Edu Ardanuy (Dr Sin), Alírio Neto e Marcelo Barbosa (Khalice), entre outros.

publicidade

Um excelente disco que comprova o fato de, apesar de tantas dificuldades das mais variadas espécies, há vários nomes que estão conseguindo um apoio mais do que merecido. O Mortaes mostra, com bom gosto de sobra, uma ousadia em que muitas bandas veteranas nem pensam em se enveredar. Indispensável aos amantes do Heavy Metal com aquele jeitão mais extremo feito no Brasil.

publicidade

Formação:
Cláudia Duarte - voz
Fabrício Moraes - guitarra e voz
Mariana Ponte - teclados
Maurício Bastos - baixo
Daniel Moscardini - bateria

Mortaes – Obsessive Visions
(2007 / Die Hard Records – nacional)

01. Struggling Endlessly – voz de Hecate (Miasthenia)
02. Evangelize – voz Caio Duarte (Dynahead), solo de guitarra de Edu Ardanuy (Dr Sin)
03. Love??? – vozes de Alírio Neto (Khalice) e Fabrício Moraes
04. One Slip – vozes de Hoanna Aragão e Fabrício Moraes
05. Ghost Melody (instrumental)
06. Being Born – vozes de Alírio Neto (Khalice) e Fabrício Moraes, solo de Marcelo Barbosa (Khalice)
07. On The Road – voz de Robson Aldeoli (Abhorrent)
08. Warm Season (instrumental)
09. Nostalgic Sounds (instrumental)
10. Ritual Of Life – voz de Fabrício Moraes e Cláudia Duarte

publicidade

Contato:
http://www.mortaes.com.br
http://www.myspace.com/mortaes


Outras resenhas de Obsessive Visions - Mortaes

Mortaes: inabalável compromisso com a excelência




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

Guitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?Guitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin