Doro Pesch: item exclusivamente para colecionadores

Resenha - All We Are; The Fight - Doro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago El Cid Cardim
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Um item exclusivamente para colecionadores. É isto que é este EP especial da cantora Doro Pesch, eterna musa platinada dos metalheads de plantão. Se você não conhece nada sobre a carreira da moça, cantora de heavy metal tradicional, ex-vocalista do grupo Warlock e que acaba de completar duas décadas de carreira em plena forma, é melhor começar por outra bolacha. Mas se você é um fã apaixonado pelo carisma, pela pegada e, quem sabe, pelas curvas de Miss Doro, não perca tempo – estava faltando este CD na sua prateleira.
438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony5000 acessosMetallica: a lista de exigências da banda em 1983

Este álbum, com apenas cinco músicas e mais cinco clipes, nasceu quando a igualmente bela Regina Halmich, lutadora de boxe feminino que é uma estrela na Alemanha, ganhou da amiga e aluna Doro uma canção inédita para abrir suas lutas: “The Queen”. Logo depois, durante uma apresentação promocional de Regina contra um comediante local, Doro fez a abertura da luta interpretando o clássico “All We Are”. Esta música, cujo refrão é dos mais pegajosos da história do metal, abre o disco “All We Are – The Fight” em uma versão regravada. Assumidamente um tributo à amiga, o disco traz ainda a já conhecida “Thunderspell”, do disco “Warrior Soul” (2006), uma divertida porrada de refrão ufanista a la Manowar.

As novidades começam mesmo com a rasgada balada “Everything’s Lost”, que pôde ser ouvida anteriormente apenas no disco comemorativo “Doro: 20 Years of a Warrior Soul”. Na seqüência, em parceria com Mark Storace, vocalista da banda suíça Krokus, vem o inédito hard rockão “On My Own”. A ótima canção, na verdade, serve de trilha para o filme “Anuk - Der Weg Des Kriegers”, uma espécie de fantasia medieval na qual Doro e Storace atuam como protagonistas. Se quiser saber mais sobre a produção, o clipe da canção também está disponível no CD. Cá entre nós: parece melhor do que muita porcaria que vem sendo lançada atualmente nos nossos cinemas...

Para completar o disco, que tal um cover? Sim! E está lá uma interessante versão para “Babe, I’m Gonna Leave You”, do Led Zeppelin – que aqui, ganhou contornos de “o que aconteceria se Janis Joplin tivesse se tornado headbanger?”. Merece uma audição cuidadosa.

MÚSICAS
1.All We Are
2.Thunderspell
3. Everything’s Lost
4.On My Own (w/Mark Storace and Luke Gasser)
5.Babe, I’m Gonna Leave You

CLIPES
1.All We Are
2.Above The Ashes
3.Warrior Soul
4.You’re My Family
5. On My Own (w/Mark Storace and Luke Gasser)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

438 acessosWarlock: Doro se reune a Tommy Bolan para tocar Triumph And Agony0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Doro Pesch"

Corey TaylorCorey Taylor
Sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch

KissKiss
As dez mais pesadas releituras de músicas da banda

Doro PeschDoro Pesch
Valorizando a vida por ter morrido na cadeia

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Doro Pesch"

MetallicaMetallica
A lista de exigências da banda em 1983

O tempo, ah o tempo!O tempo, ah o tempo!
Rockstars nos anos oitenta e hoje

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1986

5000 acessosNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"5000 acessosMetallica: os motivos da saída de Jason Newsted5000 acessosDave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiaberto5000 acessosSlayer: semelhança com a "galinha marylou" do Ultraje a Rigor?5000 acessosMike Portnoy: Jam do Dream Theater com bateria isolada5000 acessosGuns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online