Root: clássicos torcidos em algo mais obscuro

Resenha - Casilda - Root

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


O Root é um conjunto muito respeitado em seu país natal, a distante República Tcheca, tendo sido fundado por Big Boss (voz) e Blackie (guitarra) no final de 1987. De lá para cá, liberaram oito álbuns de estúdio, vários EPs e um registro ao vivo, todos com ótima repercussão entre público e mídia especializada. O grupo evoluiu muito com sua música, cuja sonoridade inicial era um Black Metal na linha de Venom e Bathory e foi se moldando e adquirindo contornos cada vez mais refinados, épicos e obscuros, com vocalizações cantadas de forma bastante limpa. Ou seja, se transformaram num conjunto Dark Metal, mas que não afetou em nada a ideologia do grupo, tanto que o próprio Big Boss é o fundador da Igreja de Satã em seu país.

Quanto a este EP propriamente dito... Bom, ele é uma verdadeira colcha de retalhos, literalmente. Afinal, não é todo dia que se observa uma banda com as características acima registrando em disco covers para "Little Wing", de Jimmy Hendrix, ou "Strawberry Fields Forever", de ninguém menos que os Beatles, não é mesmo? E as versões ficaram matadoras ao manter muito do espírito original, mesmo que torcidos em algo naturalmente um pouco mais obscuro.

publicidade

Há também duas versões para "Casilda´s Song", uma somente com arranjos de cordas e bateria, e outra com uma orquestra completa. Ambas conseguem causar ótima impressão por todo o sentimento de solidão que emitem. A última canção, sim, é o real Dark Metal que o Root proporciona, tão comentado nos porões europeus. "Human" é dona de arranjos complexos, onde seu vocalista é um verdadeiro e fascinante tenor heróico.

publicidade

Também há um vídeo ao vivo para "Casilda´s Song", gravado na própria Tchecoslováquia em abril 2005, onde vemos como a banda funciona sobre o palco, com as atenções se concentrando no visual bizarríssimo do folclórico Big Boss, onde sinceramente não consigo imaginar até onde este leva seu papel a sério.

Todas as canções são excelentes, mesmo que a audição se torne um tanto quanto irregular em função da abordagem de estilos tão díspares em pouco mais de 25 minutos. O jeito é encarar tudo como um grande momento de descontração da banda. Finalizando, o Root liberou agora em 2007 seu último registro, "Daemon Viam Invenient", que virá com uma tiragem especial de 666 exemplares com DVD. Típico...

publicidade

Formação:
Jiri 'Big Boss' Valter - voz
Marek 'Ashok' Smerda - guitarra
Ales 'Poison' Jedonek - guitarra
Igor 'Golem' Hubik - baixo
René 'Evil' Kostelnák - bateria

Root - Casilda EP
(2006 / Shindy Productions - importado)

01. Little Wing
02. Strawberry Fields Forever
03. Casilda's Song (Hyperion Song)
04. Casilda's Song (Ilegal Orchestra Version)
05. Human

Casilda's Song (live video)

publicidade

Homepage: www.rootan.net




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin