Resenha - Best Damn Thing - Avril Lavigne

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O que restaria a Avril Lavigne em seu terceiro CD? Virar uma cantora “séria” e mergulhar nas raízes do rock e da soul music? Mostrar maturidade fazendo um CD pop sombrio, ou apenas virar mais um clone da Madonna? Passados quase 2 anos desde o bem recebido “Under My Skin” e após uma boa turnê brasileira, eis que a baixinha loura (agora casada) retorna a ativa com um CD de puro pop-rock, despretensioso, direto e bem mais fácil do que seu antecessor.
5000 acessosAvril Lavigne: cantora faz primeira aparição pública após três anos5000 acessosTop 10 Guitarristas: matéria empolgada no Jornal da Globo

Com uma produção um tanto quanto atribulada (8 produtores estiveram envolvidos no processo) e uma penca de convidados especiais (entre eles Trevis Baker do Blink 182), Avril nos brinda com um CD bem fácil, agradável e assobiável. “Girlfriend” é puro poppy-punk, assim como “I Can Do Better” (similar ao trabalho do Blink 182), e “Runaway” é pop, daquelas de sair cantando, típica do humor adolescente. Quem curte as baladas de Avril vai gostar de faixas como “When You´re Gone” (aonde a cantora soa muito como Alanis Morrissete), e a simples mas eficiente “Keep Holding On”.

Este CD não acrescenta tanto à carreira de Avril como musicista, mas certamente garante boa diversão em músicas como “Hot” (aquele peso nem tão pesado assim), a rápida “I Don´t Have To Try” (quase um punk rock) e a realmente pesada “One Of These Girls”. No fundo fica claro que Avril deu um freio no papo de se mostrar uma mulher de verdade e voltou com tudo ao pop adolescente, até mesmo se levarmos em conta que as letras do CD falam sobre amor, experiências de juventude, e assuntos mais amenos na maioria das faixas.

Um bom CD, mas eu repito aqui o que disse na crítica do show da cantora na Apoteose em 2005... ela precisa se direcionar musicalmente... começa a soar repetitivo... poucas bandas têm essa habilidade de fazer a mesma música e soarem relevantes, uma já acabou, e era o Ramones.

Avril Lavigne – The Best Damn Thing
2007 – Sony BMG – Nacional

Faixas:
“Girlfriend”
“I Can Do Better”
“Runaway”
“The Best Damn Thing”
“When You´re Gone”
“ Everything Back But You”
“Hot”
“Innocence”
“I Don´t Have To Try”
“One Of These Girls”
“Contagious”
“Keep Holding On”

Site Oficial: http://www.avrillavigne.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Avril LavigneAvril Lavigne
Cantora faz primeira aparição pública após três anos

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Avril Lavigne"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Avril Lavigne muito antes da fama

Avril LavigneAvril Lavigne
Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greet

Meet & GreetMeet & Greet
Como os roqueiros de verdade se comportam

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Avril Lavigne"

Top 10 GuitarristasTop 10 Guitarristas
Matéria empolgada no Jornal da Globo

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá sua receita para curar ressaca

King DiamondKing Diamond
Alguém já viu Kim Petersen sem a maquiagem?

5000 acessosFotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?5000 acessosGuitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rock5000 acessosEvanescence: Jen Majura mostra em vídeo por que não fez audição5000 acessosLoudwire: as dez melhores faixas Metal de 2013 na escolha do site5000 acessosJason Newsted: baixista explica por que acabou com o Newsted

Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online