Resenha - Passado Perdido - Tecla SAP

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

7


O que começou como uma brincadeira na Expomusic de 2002 acabou se tornando uma banda com CD e tudo. Espera! Mas essa não é a essência do rock and roll? Oh yeah! A galera do Tecla SAP chega a seu primeiro CD disposta a fazer rock, mas antenados e plugados na modernidade que assola nossas vidas.

A sonoridade da banda no fundo acaba sendo definida como um rock com alguns teclados e mais peso, como na primeira faixa, "Furacões E Borboletas". O começo gótico de "Passado Perdido" desemboca no rockão lento, mas bem feito, enquanto que "Quase Um Segundo" e "Mais Do Que Palavras" flertam com ritmos mais modernos, mas com os pés na distorção.

publicidade

A banda aposta numa boa produção, mas honestamente sinto que ainda procuram achar seu som. Acertam em cheio em baladas com forte influência do rock anos 80 como "Marcas" e a acústica "Teu Amor", e em rocks mais lentos como "Por Quê". De qualquer maneira, a banda mostra talento e vontade, e isso conta muito para o desenrolar deste começo.

Espero muito do próximo CD da tecla SAP, afinal, a vida não é controle remoto, e os caras sabem guiar sua trajetória rumo a um som próprio, não tão difuso. Mas vale uma conferida.

publicidade

Formação:
Pepe – Vocais
Tiago – Guitarras
Zangão – Baixo
Douglas – Bateria

INDEPENDENTE – 2006 – NACIONAL

Site Oficial: http://www.teclasap.com




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin