Resenha - YEAH! - Def Leppard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Dizer que o Def Leppard vem escorregando na baba nos últimos anos seria uma mentira descarada. Apesar do direcionamento pop exagerado de seu último CD ("X"), a banda continuou com performances matadoras ao vivo. Mas que "X" ficou devendo horrores (principalmente depois do ótimo "Euphoria") isso ficou.

Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este CD de covers teve uma história interessante: começou como duplo,com 32 faixas, depois simples, e voltou a ser duplo, mas acabou saindo com apenas 14 faixas (16 se você adquirir a versão japonesa) e com enfoque nos anos 60 (final) e 70. Ponto para a banda, por procurar músicas não tão divulgadas nos dias de hoje e dar-lhes uma roupagem a lá Def Leppard.

De cara "20th Century Boy" (T.Rex) apresenta ótimas guitarras (uma banda com Phil Collen e Viviam Campbell não faria besteira) e vocalizações com coros muito bem feitas (especialidade da casa). "Rock On" (David Essex) se assemelha muito ao Def Leppard mais pop, e soa um tanto cansativa, enquanto que "Hanging On The Telephone" (Blondie) é pesada, pop, e agradável (Joe Elliot usando as vozes com extrema habilidade) e "Waterloo Sunset" (lançada na coletânea dupla "Rock Of Ages") é apenas razoável.

As coisas começam a esquentar com "Hellraiser" (Sweet), com Joe apresentando ótimos vocais e "Street Life" (Roxy Music), aonde a veia rocker da banda pulsa firme e forte, assim como na excelente "Little Bit Of Love" (Free), aonde a banda interpreta com maestria uma pérola de Mr. Paul Rodgers. Outros bons momentos ficam para "The Golden Age Of Rock And Roll" (Mott The Hoople - influência confessa de Joe Elliot), a pop "He's Gonna Step On You Again" (John Kongos) e a mágica "Don't Believe A Word" (Thin Lizzy), uma das melhores deste bom CD de covers.

Um repertório bem escolhido, com muito mais altos do que baixos (disparado), uma boa banda e uma performance de alto nível. Agora é esperar que a banda leve essas boas energias para o estúdio quando for gravar seu novo CD de inéditas, para que o esquecível "X" seja definitivamente esquecido.

Mercury Records 2006 - IMPORTADO

Site Oficial: http://www.defleppard.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Def Leppard"


VH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os temposVH1
100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos

São Paulo Trip: As prováveis datas das apresentações...São Paulo Trip
As prováveis datas das apresentações...


Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoBlack Metal
Banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

System Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músicoSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adGoo336