Resenha - Felicidade Instantânea - CPM22

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Nascimento
Enviar correções  |  Ver Acessos


O CPM 22 sempre foi uma banda muito simpática, os dois álbuns anteriores revelavam músicas de sucesso e previam que a banda teria ainda uma longa carreira de sucesso. Nada como um terceiro disco para corroborar o anunciado: "Felicidade Instantânea" é um grande álbum.

Raimundos: Japinha, do CPM 22, fala sobre letras polêmicas dos colegasHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Um álbum que arremessa a banda em direção a um sucesso ainda maior que o já conquistado. As letras estão melhores e as melodias, marca tradicional da banda, estão ainda mais caprichadas. Um bom exemplo disso é o primeiro single do disco "Um minuto para o fim do mundo", uma canção difícil até de comentar tal é a sua grandiosidade e apelo emocional e que, com a ajuda de um excelente vídeo-clipe, pode ser considerada como "a música" nacional de 2005.

É extremamente gratificante para quem acompanha música ver uma evolução tão legal como a do CPM22, a banda consegue melhorar alguns aspectos anteriormente criticados como as melodias das músicas do disco, que agora estão mais independentes uma das outras. É o caso também de "Irreversível", segundo single, que é uma música melodicamente perfeita e bem diferente de qualquer outra melodia encontrada no álbum.
Fora os singles, o disco tem outros momentos incríveis como "Apostas e Certezas" que tem direito a até um coro da banda acompanhando a canção, "Contagem Regressiva" e a pesada "Park, Park".

Talvez o único ponto negativo do álbum é a quantidade de músicas, dezesseis no total, um pouco longo, apesar de ter menos de cinqüenta minutos e as músicas terem em média três, como o gênero punk pede. Nesse sentido o próprio estilo "emocore" da banda torna,em certo momento, o disco um pouco cansativo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "CPM 22"


Raimundos: Japinha, do CPM 22, fala sobre letras polêmicas dos colegasRaimundos
Japinha, do CPM 22, fala sobre letras polêmicas dos colegas

Panelaço com João Gordo: Chilli Vegano com Badauí, do CPM 22

Dinho Ouro Preto: cantor lança EP solo com covers de CPM 22 e Skank; ouçaDinho Ouro Preto
Cantor lança EP solo com covers de CPM 22 e Skank; ouça

CPM 22: Rick Bonadio diz que banda tentou dar chapéu nele; Badauí negaCPM 22
Rick Bonadio diz que banda tentou "dar chapéu" nele; Badauí nega

Canal Riff: As Top 5 Músicas Favoritas de Badauí, do CPM22Canal Riff
As Top 5 Músicas Favoritas de Badauí, do CPM22


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984

Black Sabbath: a polêmica capa do polêmico Born AgainBlack Sabbath
A polêmica capa do polêmico Born Again


Sobre Anderson Nascimento

Anderson Nascimento é Analista de Sistema e Professor Universitário de profissão, tendo cursado Pós-Graduação em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas na PUC-RJ. Sua grande paixão é a música, começou a colecionar discos ainda na época do vinil, em 1986, com o álbum Abbey Road dos Beatles. Esse foi o primeiro passo para esse hobby que viria a se tornar tão importante em sua vida. Entre as várias atividades no meio musical, Anderson é compositor e integrou a banda de rock Projeto:Paradoxo entre 1996 e 2004. Anderson é um ávido colecionador de discos e também escreveu sobre música em vários veículos de comunicação.

Mais matérias de Anderson Nascimento no Whiplash.Net.

adGoo336