Resenha - Stryper - Reborn

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 3


Isto é Stryper?!?!? Aposto que esta será a pergunta embasbacada feita por todos durante a audição de "Reborn", o sexto álbum de estúdio do quarteto de hard rock cristão mais famoso do mundo. E - frustação para muitos - é um disco aguardado há mais de uma década pelos fãs, desde que se anunciou o fim das atividades da banda.

Michael Sweet: confira as duas partes do making of de seu novo álbum, TenHeavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"

Se o leitor curtiu o clássico "To Hell With The Devil" (86) e o mais rebelde e pesado "Against The Law" (90), então vai literalmente virar as costas a este "Reborn". O curioso é que Tim Gaines, o baixista original, seja por que motivo for, caiu fora antes da gravação e, digamos, não manchou sua reputação com a liberação deste registro.

O fato é que Michael Sweet (voz e guitarra), Oz Fox (guitarra), o novato Tracy Ferrie (baixo) e Robert Sweet (bateria) conseguiram voltar com o registro mais pop e chato de sua carreira. É do conhecimento de todos que o Stryper sempre teve seus momentos mais acessíveis, com baladas inspiradíssimas que se encaixaram perfeitamente nas programações de rádios e até mesmo em trilha de uma certa novelinha. Mas todo um álbum insosso é demais.

Sem comentários quanto aos arranjos (?) das canções e sua renúncia aos bons riffs, os poucos solos que aparecem são ridículos, aliás, praticamente tudo aqui é monótono. O que se percebe de positivo é que a voz de Michael continua tão bonita quanto antes, mas isso não ajuda quando as canções não te atraem de forma alguma... A última faixa, "I.G.W.T.", é uma nova versão para uma das canções de maior sucesso do Stryper: "In God We Trust". É claro que vem sem a distorção de outrora, mas consegue se salvar na calamidade que é "Reborn".

Os mais fanáticos fãs listrados-de-preto-e-amarelo poderão até mesmo não admitir, mas este álbum é um total zero à esquerda como um disco de rock'n'roll. Indicado para quem quer ouvir mensagens cristãs (Sim! As letras pregam suas mensagens espirituais de maneira ainda mais forte) e não estiver a fins de ir a algum templo.

STRYPER - Reborn
(2005 - Golden Hill)

01. Open Your Eyes
02. Reborn
03. When Did I See You Cry
04. Make You Mine
05. Passion
06. Live Again
07. If I Die
08. Wait For You
09. Rain
10. 10,000 Years
11. I.G.W.T.

Homepage: www.stryper.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Stryper"


Michael Sweet: confira as duas partes do making of de seu novo álbum, Ten

Stryper: banda pergunta aos fãs se deve abandonar visual preto e amareloStryper
Banda pergunta aos fãs se deve abandonar visual preto e amarelo

Em 24/10/1986: Stryper lançava To Hell With The Devil, maior obra do metal cristãoStryper: para Michael Sweet, banda merece estar no Hall da Fama do Rock And RollStryper e Narnia: Profissionalismo, técnica, carisma, energia e simpatiaStryper: veja repertório de apresentação da banda na Argentina

Sebastian Bach: o Stryper é uma bosta!Sebastian Bach
O Stryper é uma bosta!

Stryper: CDs estão ficando obsoletos e, daqui alguns anos, já estarãoStryper
"CDs estão ficando obsoletos e, daqui alguns anos, já estarão"

Hair metal: os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling StoneHair metal
Os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling Stone


Heavy Metal: cristãos podem aprender muito com o gêneroHeavy Metal
"cristãos podem aprender muito com o gênero"

Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Sepultura: Andreas Kisser explica por que nunca rolará reuniãoSepultura
Andreas Kisser explica por que nunca rolará reunião

Slipknot: as mulheres da vida dos integrantes da bandaSlipknot
As mulheres da vida dos integrantes da banda

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1982

Separados no nascimento: Serj Tankian e BoratSeparados no nascimento
Serj Tankian e Borat

Turma do Chaves: uma versão inusitada de Smells Like Teen SpiritTurma do Chaves
Uma versão inusitada de "Smells Like Teen Spirit"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336