Resenha - Live in L.A. - Death and Raw - Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


É um pecado este DVD não ter sido lançado antes em nossas terras. Uma das últimas apresentações do Death, liderado pelo saudoso Chuck Schuldiner, antes do mesmo se retirar do cenário musical para batalhar contra um tumor no cérebro que acabaria por leva-lo deste mundo. Uma grande perda para o heavy metal. Prova cabal é o show registrado neste pacote, gravado em 2001 na "Whisky a Go Go", conhecida casa de shows de Los Angeles (EUA).

Metalcore: os dez trabalhos essenciais do estiloSlipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em grande forma, o Death executava 14 músicas, promovendo o mais recente CD "Symbolic", lançado no mesmo ano. Uma "intro" aterrorizante abre espaço para pancadas como "The Philosopher", "Spirit Crusher" (fantástica) e "Trapped in a Corner".

O Death nesta época contava com Richard Christy na bateria, Shannon Hamm na segunda guitarra e Scott Clendenin no baixo. Este time super-talentoso mandava ver em pauladas como "Scavenger of Human Sorrow", "Zero Tolerance" e na clássica "Zombie Ritual". Chuck era um "frontman" contido, mas eficiente, e detonava na guitarra, com um excelente acompanhamento por parte de Shannon. Os dois arrasam em "Together as One" e "Symbolic". Para fechar um grande show, nada melhor do que um clássico: "Pull the Plug".

A qualidade da gravação do DVD (que na época teve parte da duas vendas revertidas para o tratamento de Chuck, que havia sido operado mas se via as voltas com tratamentos experimentais para manter o tumor sob controle) é boa, considerando que não houve um trabalho mais intenso na mesma. A imagem e som estão boas (não excelentes, mas competentes) e a filmagem é no geral bem feita. Um produto que seria nota 10 se fosse mais trabalhado em sua parte técnica (musicalmente é perfeito), mas que vale como registro de uma grande banda, de um grande músico. Se eu fosse você aproveitava, já que em 2001 o dólar disparou e o DVD importado estava bem caro, e pegava um destes, para poder aproveitar o legado de um grande músico.

Material Cedido Por:
Nuclear Blast Brasil/Laser Company
http://www.nuclear-blast.com
São Paulo (SP)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Death"


HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal

Judas Priest: Painkiller e seus diversos coversJudas Priest
Painkiller e seus diversos covers


Metalcore: os dez trabalhos essenciais do estiloMetalcore
Os dez trabalhos essenciais do estilo

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor