Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemVídeo de clássico do Kiss é disponibilizado no canal oficial da banda

imagemGeddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA


Dream Theater 2022

Resenha - Still Hungry - Twisted Sister

Por Ricardo Seelig
Em 12/09/05

publicidade

Nota: 9

"Stay Hungry", álbum lançado pelo Twisted Sister em 1984, é um dos álbuns mais importantes e influentes do rock americano. Repleto de clássicos, elevou a carreira da banda liderada por Dee Snider a um novo patamar, tornando-a conhecida em todo o mundo graças a clássicos como "I Wanna Rock", "The Price", "Burn In Hell" e, principalmente, o hino "We're Not Gonna Take It".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pois bem, passados mais de vinte anos de seu lançamento, e embalados pela volta da formação original aos palcos, a banda resolveu regravar todo o álbum, e o resultado é o que ouvimos em "Still Hungry".

É interessante ver como as composições do Twisted Sister resistiram ao tempo. A mixagem está mais crua em relação a "Stay Hungry", mais na cara, e, aliada a pequenos detalhes como andamentos ligeiramente diferentes das músicas (como é o caso de "We're Not Gonna Take It", que apresenta guitarras "pedaladas" muito mais pesadas que a versão original, além de uma introdução de bateria um pouco diferente), torna a audição do álbum, que poderia se tornar maçante e chata justamente por não trazer nenhuma novidade, agradável e gratificante. Dee Snider e companhia mostram que são como vinho, e suas novas interpretações para velhos clássicos mostram que a experiência alcançada em mais de duas décadas de estrada faz muita diferença.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda parece olhar para o seu passado de forma descontraída e divertida, e isso se reflete nas novas versões das músicas, que não soam burocráticas, mas sim revigoradas pelo tempo.

Praticamente não há destaques entre as nove faixas originais revistas pelo Twisted Sister, até porque nada mais precisa ser dito de clássicos eternos como "Stay Hungry", "We're Not Gonna Take It", "Burn In Hell", "Horror Teria", "I Wanna Rock", "The Price", "Don't Let Me Down", "The Beast" e "S.M.F.".

As guitarras de Jay Jay French e Eddie Ojeda mantém a classe original, assim como o baixo de Mark Mendonza. Os principais destaques individuais vão para a voz de Dee Snider, que está melhor ainda, aliando a potência que sempre possuiu a experiência adquirida pelo tempo, e para a bateria de A.J. Pero, que se mostra muito mais técnica, abusando das viradas e acrescentando ainda mais peso às músicas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A versão lançada pela Hellion Records aqui no Brasil ainda nos brinda com mais sete faixas bônus além das regravações, e que podem ser divididas em três partes. As duas primeiras, as ótimas "Never Say Never" e "Blastin' Fast & Loud", são sobras das sessões de gravação do álbum original em 84, e apresentam a típica energia do Twisted Sister, com refrões marcantes. Já "Come Back", "Plastic Money", "You Know I Cry" e "Rock'N'Roll Saviors" foram gravadas em 2004, logo após a reunião da banda, e vão na mesma linha. Finalizando temos "Heroes Are Hard To Find", com uma pegada mais pop, mas mesmo assim mantendo a classe e a força da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção do álbum ficou a cargo do baixista Mark Mendonza, e, como já é tradicional nos lançamentos da Hellion Records, os cuidados com os detalhes do CD (como encarte, label, ...) são primorosos, mostrando o respeito da gravadora com os consumidores.

Um bom álbum, com um valor histórico muito grande, e que já valeria a pena só pelas regravações dos clássicos originais, mas que ganha ainda mais destaque com as várias faixas extras incluídas. Uma ótima aquisição para qualquer fã do bom e velho rock and roll.

Faixas:

1. Stay Hungry
2. We'Re Not Gonna Take It
3. Burn In Hell
4. Horror Teria
5. I Wanna Rock
6. The Price
7. Don't Let Me Down
8. The Beast
9. S.M.F.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lost tracks from the original 1984 sessions:

10. Never Say Never
11. Blastin' Fast & Loud

Brand new 2004 studio bonus tracks:

12. Come Back
13. Plastic Money
14. You Know I Cry
15. Rock'N'Roll Saviors

Previously released bonus track:

16. Heroes Are Hard To Find


Outras resenhas de Still Hungry - Twisted Sister

Resenha - Still Hungry - Twisted Sister

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tobias Forge diz que música do Twisted Sister mudou a sua vida

Dee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

Twisted Sister: a década perdida que poucos conhecem

Spike: os sete piores solos de guitarra

Dee Snider: "Parecemos um bando de drag queens!"

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separação

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.