Resenha - Deux - Jeffrey Hayat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Ver Acessos


Em New York, Jeffrey Hayat começou a tocar guitarra com 13 anos de idade. Teve aulas com professores locais, começou a trabalhar para comprar guitarras melhores e mais equipamentos, foi estudando, se trancou no quarto e começou a estudar horas e horas e se espelhar em guitarristas como Malmsteen, Vai, Rhoads, Van Halen entre outros, e depois concluiu que o ideal seria arrumar uma banda para aprender mais. Na verdade, Jeff continua buscando a banda certa até hoje.

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsEdu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Em sua demo intitulada "Deux", Jeffrey apresenta quatro composições, e ainda se mostra muito versátil, pois tocou tudo na demo, produziu e mixou. "I Will Be Heard" é a faixa de abertura, começa pesadona, com riffs e sem firulas e lá pelos quase dois minutos, começa a guitarra solo, soltando notas para todos os lados. É inegável que o rapaz domina o instrumento, é bem virtuoso executando escalas em alta velocidade, mas também é bom em criar riffs, tanto que os riffs em si são mais interessantes nessa música. "On Edge" começa com um "piano" fazendo a introdução e logo entra a guitarra solando virtuosamente. Logo depois da passagem inicial, a música muda completamente e lá pelos três minutos muda novamente... é meio heterogêneo, parece uma compilação de várias músicas em uma só, soando meio estranho.

"Violent Work Of Art" é uma composição bem pesada, com bumbos da bateria e riffs nervosos. Com uma boa velocidade, Jeff consegue mais uma vez mostrar que as horas trancado no quarto valeram a pena. "And Forever Again" é a balada que não pode faltar em CDs de guitarristas habilidosos. Mais cadenciada, Jeff faz solos com mais melodias e menos velocidades e acerta em cheio.

Na demo "Deux", Jeffrey Hayat mostra que domínio e criatividade nas seis cordas ele tem de sobra. É prato cheio para os amantes de guitarristas virtuosos. Pra quem curte, vale a pena conferir a demo e ficar de olho nos próximos lançamentos do guitarrista.

Site: www.jeffreyhayat.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Jeffrey Hayat"


Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian RhapsodyQueen
10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa

Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Centúrias: como surgiu a placa No Posers?Centúrias
Como surgiu a placa "No Posers"?

Heavy Metal: a história do estilo em uma única músicaHeavy Metal
A história do estilo em uma única música


Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.