Resenha - Anywhere But Home - Evanescence

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Quem iria imaginar que o Evanescence fosse se tornar uma banda grande com apenas um cd nas costas? Soa no mínimo engraçado imaginar que "Fallen", um bom cd, pudesse por si só levantar a banda, que ainda sofreu baque forte com a saída de Bem Moody, guitarrista e fundador, em meio ao polêmico rumor de que ele e a vocalista Amy Lee teriam terminado um namoro. Mas o trabalho de mídia e divulgação foi muito bem feito, os shows pintaram por todos os lados e o Evanescence hoje tem um pepino duríssimo para descascar, chamado segundo cd. Será que o sucessor de "Fallen" vai conseguir fazer com que a banda continue chamando atenção? Será que a mistura de gótico-new metal-heavy ainda tem algo a oferecer???

Machismo na música: Sharon den Adel e Amy Lee falam sobre o assuntoRaul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Enquanto isso, para saciar a sede dos fãs, que se desesperam ao ouvir músicas como "Goind Under", "My Immortal" e "Bring Me To Life" (com seus video-clipes veiculados na MTV como água), é lançado este DVD/CD ao vivo gravado em Zenith, Paris (FRA). O mesmo contém a íntegra do show, mais os 4 vídeo-clipes da banda ("Fool, Fool", "Going Under", "My Immortal" e "Bring me To Life") além de uma hora de documentário com a banda ao vivo.

A parte ao vivo é interessante, mostrando que a banda consegue mesmo reproduzir o bom conteúdo de seu cd de estréia no palco (descartando os "overdubs" de costume). O público delira quando Amy Lee desce de um elevado no palco com a banda emendando "Haunted" e prossegue com "Going Under" e "Taking Over Me", além de "Everybody's Fool", que levanta o público com seus "riffs" a lá New Metal.

Amy demonstra ser uma boa vocalista e uma "frontwoman" de respeito, principalmente quando assume o piano em "Thoughless" e "My Immortal". A galera agita bastante mesmo em músicas não tão famosas como "Breathe no More", "Imaginary" e "Whisper". O grande problema desta parte fica para a edição e filmagem. Embora seja interessante ver a banda ao vivo, as filmagens foram feitas em locais não muito adequados para quem compra um DVD. Muitas tomadas aéreas, muitos closes desnecessários e muitas câmeras em posições inadequadas, o que compromete sobremaneira o resultado final. Não é um show ruim, mas ficou parecendo um pirata editado e lançado. Mas a banda detona ao vivo, isso não pode ser negado.

A parte mais interessante acaba sendo o documentário, feito sem compromisso e que flagra a banda em momentos extra-palco. É cômico ver Amy tentando jogar "ping-pong", ou mesmo a passagem de som do Evanescence, ou o aquecimento da vocalista, e seu senso de humor. Esse momento já vale o DVD.

O cd contém a parte ao vivo do DVD, mas uma faixa nova "Missing", gravada recentemente, que aponta um bom direcionamento para o Evanescence. Um produto bom, mas que poderia ser bem melhor, e mais bem aproveitado..... mas eu repito aqui uma pergunta que estou me fazendo até agora.... será que vale tapar o buraco entre um cd e outro com um DVD ao vivo??? Será que eles dão conta???

Site Oficial: http://www.evanescence.com

Sony Music - 2004




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Evanescence"


Machismo na música: Sharon den Adel e Amy Lee falam sobre o assuntoMachismo na música
Sharon den Adel e Amy Lee falam sobre o assunto

Evanescence: banda faz show acústico de surpresa na RússiaEvanescence
Banda faz show acústico de surpresa na Rússia

The Voice Brasil: Lúcia Muniz canta My Immortal, do Evanescence, no programaThe Voice Brasil
Lúcia Muniz canta "My Immortal", do Evanescence, no programa

Fotos de Infância: Amy Lee, do Evanescence, muito antes da famaFotos de Infância
Amy Lee, do Evanescence, muito antes da fama

Evanescence: Majura pega pesado com Phil após episódio racistaEvanescence
Majura pega pesado com Phil após episódio racista

Separadas no nascimento: Amy Lee (Evanescence) e Shione Cooper (atriz pornô)Separadas no nascimento
Amy Lee (Evanescence) e Shione Cooper (atriz pornô)


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Metallica: NME elege as 10 melhores músicas do grupoMetallica
NME elege as 10 melhores músicas do grupo

Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista BurnnGuitarristas
Os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Fotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron MaidenFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden

Slash: irmão diz que Axl é um bastardo gordo e reunião é besteiraSlash
Irmão diz que Axl é um bastardo gordo e reunião é besteira

Black Sabbath: Perguntas e respostas e curiosidades diversasBlack Sabbath
Perguntas e respostas e curiosidades diversas


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336