Resenha - Enemy Of The Music Business - Napalm Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


"Enemy Of The Music Business" foi originalmente lançado em 2000 pela gravadora Dreamcatcher (Europa) e chega agora ao Brasil através da MV8 Music. Uma excelente escolha do selo, pois este álbum marca o reencontro do Napalm Death com suas origens, distanciando do tenebroso tempo de aliança à Earache Records, e inclusive colocando novamente o velho logo na capa.

Napalm Death: com o tornozelo machucado, Barney Greenway faz shows sentadoTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos

A agressividade intrínseca, porém, de certa maneira sublimada num período de seis, sete anos, volta a aparecer escandalosamente em ataques políticos líricos e trabalho instrumental incessante. Vale aí a menção a Danny Herrera, insano na bateria, e a Shane Embury, com levadas pesadíssimas no baixo.

Mark "Barney" Greenway é o vetor para a expressão dos tempos de fúria armazenados na indústria musical e canta com uma dedicação inigualável. Jesse Pintado e Mitch Harris desempenham a velocidade necessária para a cólera intentada e alcançada em quase todas as músicas aqui presentes.

A saída do antigo companheiro Colin Richarson na produção, mesmo tendo assustado os fãs numa primeira notificação, foi na verdade muito bem sucedida. Seus substitutos Simon Efemey e Russ Russell integram-se inteiramente à perspectiva do conjunto inglês e souberam administrar toda o estímulo sonoro despachado por cada instrumento.

Ouça a seqüência matadora das faixas cinco a oito, respectivamente "Volume Of Neglect", "Thanks For Nothing", "Can't Play, Won't Pay" e "Blunt Against The Cutting Edge", e entenda porque este álbum pode sim aparecer entre os melhores nos quase vinte anos de carreira destes pioneiros do grind.

Site Oficial - http://www.enemyofthemusicbusiness.com

Mark "Barney" Greenway (Vocais)
Jesse Pintado (Guitarra)
Mitch Harris (Guitarra)
Shane Embury (Baixo)
Danny Herrera (Bateria)

Material cedido por:
MV8 Music - http://mv8music.com.br
Av. Ipiranga 978 Cj: 504
CEP: 01040-000
São Paulo - SP - Brasil
Telefone: +55 11 221-0366
Fax: +55 11 3022-2234




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Napalm Death"


Napalm Death: com o tornozelo machucado, Barney Greenway faz shows sentado

Melhores de 2012: as escolhas do redator Leonardo Daniel TavaresMelhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

Loudwire: as melhores músicas de metal de 2012Loudwire
As melhores músicas de metal de 2012


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Motorhead: a dieta que mantinha Lemmy jovem e viçosoMotorhead
A dieta que mantinha Lemmy jovem e viçoso


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336