Resenha - Inferno: Last in Live - Dio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Depois de lançar "Angry Machines" em 1996, disco não tão bem recebido entre todos os outros na sua carreira, Ronnie James Dio achou que seria o momento exato de soltar um ao vivo, já que depois de tanto trabalho nos anos 90, um próximo disco inédito sairia somente em 2000. E isto realmente foi feito. "Inferno: Last in Live" é um duplo ao vivo, lançado em 1998 no exterior pela sua gravadora Spitfire, e que chegou aqui no Brasil pela Sum Records.

Dio: ele e Ozzy não eram grandes amigos, mas se respeitavam muito, diz Wendy DioSteve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey

A formação da época, além de Ronnie James Dio (vocal) e Vinny Appice (bateria), contava ainda com Tracy G. (guitarra), Larry Dennison (baixo) e Scott Warren (teclado). Se levarmos em conta a ótima gravação, a perfeita seleção de músicas, "Inferno: Last in Live" tinha tudo para ser um dos melhores discos ao vivo da história do rock. Pena que o desastroso Tracy G. por pouco não coloca todo o trabalho de Dio no lixo. Algo interessante na gravação do disco é que o áudio não foi retirado apenas de um show da banda, mas sim de cinco apresentações: três nos EUA, uma na Alemanha e outra no Japão.

O primeiro CD abre realmente em velocidade máxima. Depois de uma pequena introdução, são tocadas algumas músicas da carreira solo de Dio, como "Jesus, Mary & Holy Ghost", "Straight Through the Heart", a ótima "Don't Talk to Strangers" e a clássica "Holy Diver". No momento exato foi posto o solo de bateria de Appice (o mesmo solo presente no "Live Evil" do Sabbath, lançado quase 14 anos antes deste CD). Depois de "Heaven and Hell" do Sabbath, o disco finaliza com algumas outras composições próprias do Dio, como "Stand Up and Shout" (muito boa ao vivo) e "Hunter of the Heart" (muito boa também).

Já o CD número dois, abre com "Mistreated (Catch the Rainbow)", música da época em que Dio ainda estava no Rainbow. Quebrando a boa linha das músicas, um solo sem graça de Tracy G. é executado, seguindo então para outros dois grandes clássicos, "The Last in Line" e "Rainbow in the Dark". Voltando à fase Sabbath, "The Mob Rules" é executada em uma ótima versão, finalizando com outras duas do Rainbow: "Man on the Silver Mountain" e "Long Live Rock and Roll", além de outra própria, "We Rock".

É complicado dizer o que poderia estar melhor neste disco, além da presença do guitarrista Tracy G. Considero que a sua presença seja uma coisa regular, não tão ruim como pode parecer. No fim das contas, "Inferno: Last in Live" é um disco para os amantes deste baixinho, ou para quem quer dois CD's somente com clássicos do rock.

Line-up:
Ronnie James Dio (vocal);
Tracy G. (guitarra);
Larry Dennison (baixo);
Scott Warren (teclado);
Vinny Appice (bateria).

CD 1:

01. Intro
02. Jesus, Mary & Holy Ghost
03. Straight through the Heart
04. Don't Talk to Strangers
05. Holy Diver
06. Drum Solo
07. Heaven and Hell
08. Double Monday
09. Stand Up and Shout
10. Hunter of the Heart

CD 2:

01. Mistreated (Catch the Rainbow)
02. Guitar Solo
03. The Last in Line
04. Rainbow in the Dark
05. The Mob Rules
06. Man on the Silver Mountain
07. Long Live Rock and Roll
08. We Rock




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dio"


Dio: ele e Ozzy não eram grandes amigos, mas se respeitavam muito, diz Wendy DioDio
Ele e Ozzy não eram grandes amigos, mas se respeitavam muito, diz Wendy Dio

Foo Fighters: Dave Grohl considera Holy Diver um dos melhores álbuns de todos os temposFoo Fighters
Dave Grohl considera Holy Diver um dos melhores álbuns de todos os tempos

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

Zakk Wylde: Black Sabbath com o Dio não é Black SabbathZakk Wylde
"Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"

Belladonna sobre Dio: Realmente vou sentir falta dele!Belladonna sobre Dio
"Realmente vou sentir falta dele!"


Steve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do JourneySteve Perry
5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336