Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Stamp

Resenha - Cats and Dogs - Talisman

Por Rafael Carnovale
Em 27/06/03

Nota: 9

O Talisman é do tipo de banda que dispensa comentários. Tendo em suas fileiras o multi vocalista Jeff Scott Soto e o baixista Marcel Jacob, sempre foi uma banda de destaque no cenário hard europeu. O baixo pulsante de Jacob, aliado à voz ultra versátil de Soto sempre foram os destaques da banda, além do talento da dupla para composição. Confesso que o último cd de estúdio ("Truth") me deixou um pouco decepcionado, pois esperava algo mais consistente, e o mesmo se mostrou um quanto decepcionante, para uma banda que já lançara clássicos como "Humanimal" e "Genesis". Mas nada que o tempo e alguns projetos paralelos não resolvam. O Talisman resolveu fazer um som mais pesado, então mudou de nome, passando a se chamar Humanimal, e lançaram um dos melhores cd’s de 2002. Jeff resolveu fazer umas incursões solo, que geraram o excelente cd "Prism" lançado no ano passado. Depois de tantos projetos paralelos, o Talisman se juntou para alguns festivais europeus e para preparar o sucessor de "Truth" (que deve estar saindo no Brasil em breve).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Cats and Dogs" é de longe uma pedrada hard rock. Já começa com a excelente "Skin or Skin", aonde o hard ditado pelo baixo de Jacob e a guitarra de Fedrik Akesson são complementados pela voz "suingada" de Soto. O que se segue é um show hard de uma banda competentíssima, que hora flerta com o pop em ótimos momentos ("Break It Down", a cativante "In Make Believe" e a altamente influenciada por Journey "Love Will Come Again") e momentos de maior peso, como a forte "Outta My Way" (com um solo de baixo matador e uma bateria massacrante, a cargo de Mr.Jamie Borger, numa música bem pesada) e a cadenciadíssima "Friends to Stranger" aonde o Talisman dá umas flertadas heavy de muito bom gosto.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Destaques? Todas as faixas são muito boas, como a pop "Sorry", que é pop sim, mas pop de qualidade, feito por quem sabe, com um vocal versátil e um instrumental perfeito. Por sinal, os vocais de Mr. Soto estão cada vez melhores. O cara abusa das vozes dobradas em ótimos momentos. E o cd aproveita para trazer de volta ao Talisman o peso que ficou meio que esquecido em "Truth" em faixas como "Trapped", a heavy total "Lost in Wasteland" (com um trabalho de guitarra único) e a tipicamente Talisman "MOM" (que poderia estar no primeiro cd da banda... nunca ouviu? Deveria...). E a banda ainda aproveita para dar uns momentos de melodia na semi-balada "Wherever,Whenever,Whatever". Para encerrar os trabalhos, nada como uma música meio pesada, estilão grunge (mas grunge bem feito, de quem sabe) como "Hell in Paradise" (o Pearl Jam vai ouvir e ficar com inveja, sem desmerecer Eddie Vedder e cia.).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Um belo cd de uma puta banda que manja horrores de hard rock e que tem anos de estrada nas costas. Quem dizia que o rock morreu esqueceu de avisar aos rockeiros...

Lançado em 2003 pela Frontiers Records. O lançamento nacional ocorrerá brevemente via Hellion Records (fiquem ATENTOS!!!).

Site oficial: http://www.talismanworld.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Madonna: ouça 5 belos covers feitos por bandas de Rock e Metal

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.