Resenha - Elements Pt.1 - Stratovarius

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

8


E pensar que até 1997 o Stratovarius era apenas uma boa banda de heavy metal oriunda da Finlândia. Com o lançamento de "Episode" e o megasucesso de seu sucessor "Visions", a banda teve seu nome incluído no seleto grupo "TOP" do heavy mundial, com tours que rodearam o mundo, passando pelo Brasil. Após o lançamento do bem sucedido "Infinite" e da coletânea de Lados-B "Intermission"(2001), a banda, que lançava praticamente um produto ao ano, deu uma pequena parada aonde seus integrantes aproveitaram para lançar projetos solo: Timo Tolkki lançou o polêmico "Hymm to Life", Timo Kotipelto lançou o bom "Waiting for the Dawn", em cuja banda tocava o baixista do Strato, Jarí, e Jorg Michael trabalhou no "management" de várias bandas. Em 2002 eles se reuniram e dessa reunião saiu "Elements Pt.1".

publicidade

O cd aqui comentado é um promo contendo apenas quatro faixas, portanto cabe ressaltar: teremos aqui uma opinião formada sobre parte do cd, mas só com o cd inteiro é que pode-se tirar uma definição completa. Mas já dá de primeira mão para dizer: não mudou muita coisa. A capa,assinada novamente por Derek Riggs, está diferente, mas mantendo o nível de mudança do desenhista, conforme o mesmo declarou em entrevistas.

publicidade

"Eagleheart", o primeiro single e primeira faixa, se caracteriza pelo speed-metal praticado pelo conjunto, com as guitarras de Tolkki, e o vocal de Kotipelto, mais contido nessa faixa, porém ainda potente. De diferente sente-se o maior uso de coros e a maior interação de Jens Johansson e seus teclados com a guitarra de Tolkki, característica já usada pela banda. Uma boa música, mas lembra muito "Hunting High and Low" do cd "Infinite".

publicidade

"Soul of a Vagabond" é a primeira que traz algumas mudanças: o uso direto dos coros, a levada mais cadenciada e pesada, e o uso de elementos orquestrados. Ficou muito boa, e mesmo com sete minutos de duração, não soa enjoativa.

"Elements" já surge com um coro e orquestra, com um começo bem cadenciado, aonde se nota a suprema competência do conjunto da banda e o entrosamento do baixo de Jarí com a bateria de Jorg. A música mescla momentos mais suaves com partes pesadas e cadenciadas. O uso da orquestra está bem colocado, sem exageros, e Kotipelto dá um show no vocal, fato que já se tornou comum em sua carreira. O único fato que desabona a faixa é ser muito repetitiva. É base cadenciada, parte lenta, cadenciada, lenta.... isso tudo em doze minutos soa muito enjoativo, embora a idéia seja boa. Se fosse melhor aproveitada, e principalmente, menos pomposa, seria bem mais agradável.

publicidade

"Find Your Own Voice" é a típica faixa Stratovarius: começa com um coro (como algumas faixas do criticado "Destiny"), mas descamba no típico speed-metal, com o bom uso dos teclados e o excelente vocal de Kotipelto. Não é original, mas consegue ser empolgante.

"Elements Pt.1" dá mostras de ser um álbum com algumas mudanças (que aparentemente não são tão boas) e com bons momentos quando a banda investe no formato de música já consagrado. Vale conferir. E principalmente observar se todas as faixas confirmam o que este promo me passou. Os fãs irão curtir, e quem gosta de um bom heavy (com certa falta de originalidade, mas muito bem feito) também vai apreciar. Vale uma checada.

publicidade

Site oficial: http://www.stratovarius.com

Material Cedido por:
Nuclear Blast/Century Media Latina
http://www.nuclearblast.de
http://www.centurymedia.com.br
São Paulo (SP)

publicidade


Outras resenhas de Elements Pt.1 - Stratovarius

Resenha - Elements Pt.1 - Stratovarius

Resenha - Elements Pt.1 - Stratovarius




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Timo Tolkki: Músico faz Livestream Acústica e canta "The Hands of Time" novamente

Stratovarius: Em Intermission, o primeiro Intervalo da banda

Stratovarius: músicos paulistas gravam cover da clássica "The Kiss of Judas"


1997: 15 discos de rock/metal que completam 20 anos de lançamento1997
15 discos de rock/metal que completam 20 anos de lançamento

Timo Tolkki: surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?Timo Tolkki
Surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?


Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola

Discórdia: alguns dos maiores insultos entre artistasDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin