Resenha - Elements Pt.1 - Stratovarius

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


E pensar que até 1997 o Stratovarius era apenas uma boa banda de heavy metal oriunda da Finlândia. Com o lançamento de "Episode" e o megasucesso de seu sucessor "Visions", a banda teve seu nome incluído no seleto grupo "TOP" do heavy mundial, com tours que rodearam o mundo, passando pelo Brasil. Após o lançamento do bem sucedido "Infinite" e da coletânea de Lados-B "Intermission"(2001), a banda, que lançava praticamente um produto ao ano, deu uma pequena parada aonde seus integrantes aproveitaram para lançar projetos solo: Timo Tolkki lançou o polêmico "Hymm to Life", Timo Kotipelto lançou o bom "Waiting for the Dawn", em cuja banda tocava o baixista do Strato, Jarí, e Jorg Michael trabalhou no "management" de várias bandas. Em 2002 eles se reuniram e dessa reunião saiu "Elements Pt.1".

Stratovarius: Entrevista com o vocalista brasileiro da banda de Timo TolkkiMotivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

O cd aqui comentado é um promo contendo apenas quatro faixas, portanto cabe ressaltar: teremos aqui uma opinião formada sobre parte do cd, mas só com o cd inteiro é que pode-se tirar uma definição completa. Mas já dá de primeira mão para dizer: não mudou muita coisa. A capa,assinada novamente por Derek Riggs, está diferente, mas mantendo o nível de mudança do desenhista, conforme o mesmo declarou em entrevistas.

"Eagleheart", o primeiro single e primeira faixa, se caracteriza pelo speed-metal praticado pelo conjunto, com as guitarras de Tolkki, e o vocal de Kotipelto, mais contido nessa faixa, porém ainda potente. De diferente sente-se o maior uso de coros e a maior interação de Jens Johansson e seus teclados com a guitarra de Tolkki, característica já usada pela banda. Uma boa música, mas lembra muito "Hunting High and Low" do cd "Infinite".

"Soul of a Vagabond" é a primeira que traz algumas mudanças: o uso direto dos coros, a levada mais cadenciada e pesada, e o uso de elementos orquestrados. Ficou muito boa, e mesmo com sete minutos de duração, não soa enjoativa.

"Elements" já surge com um coro e orquestra, com um começo bem cadenciado, aonde se nota a suprema competência do conjunto da banda e o entrosamento do baixo de Jarí com a bateria de Jorg. A música mescla momentos mais suaves com partes pesadas e cadenciadas. O uso da orquestra está bem colocado, sem exageros, e Kotipelto dá um show no vocal, fato que já se tornou comum em sua carreira. O único fato que desabona a faixa é ser muito repetitiva. É base cadenciada, parte lenta, cadenciada, lenta.... isso tudo em doze minutos soa muito enjoativo, embora a idéia seja boa. Se fosse melhor aproveitada, e principalmente, menos pomposa, seria bem mais agradável.

"Find Your Own Voice" é a típica faixa Stratovarius: começa com um coro (como algumas faixas do criticado "Destiny"), mas descamba no típico speed-metal, com o bom uso dos teclados e o excelente vocal de Kotipelto. Não é original, mas consegue ser empolgante.

"Elements Pt.1" dá mostras de ser um álbum com algumas mudanças (que aparentemente não são tão boas) e com bons momentos quando a banda investe no formato de música já consagrado. Vale conferir. E principalmente observar se todas as faixas confirmam o que este promo me passou. Os fãs irão curtir, e quem gosta de um bom heavy (com certa falta de originalidade, mas muito bem feito) também vai apreciar. Vale uma checada.

Site oficial: http://www.stratovarius.com

Material Cedido por:
Nuclear Blast/Century Media Latina
http://www.nuclearblast.de
http://www.centurymedia.com.br
São Paulo (SP)


Outras resenhas de Elements Pt.1 - Stratovarius

Resenha - Elements Pt.1 - StratovariusResenha - Elements Pt.1 - Stratovarius




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Stratovarius"


Stratovarius: Entrevista com o vocalista brasileiro da banda de Timo TolkkiResenha - Infinite - StratovariusTimo Tolkki: Músico se apresenta ao vivo com a banda Chaos MagicTimo Tolkki: vídeos da turnê latino-americana

Stratovarius: dois shows no Brasil em novembroStratovarius
Dois shows no Brasil em novembro

Stratovarius: garota de 8 anos impressiona milhões em vídeoStratovarius
Garota de 8 anos impressiona milhões em vídeo

Stratovarius: por onde anda o ex-baterista Jorg Michael?Stratovarius
Por onde anda o ex-baterista Jorg Michael?

Power Metal: 10 álbuns essenciais segundo About.comPower Metal
10 álbuns essenciais segundo About.com


Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Rock: A história dos primórdios aos anos 90Rock
A história dos primórdios aos anos 90

Joey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'RJoey Ramone
Em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R

Occult Rock: dez novas ótimas bandas para você conhecerOccult Rock
Dez novas ótimas bandas para você conhecer

Rolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90Rolling Stone
Os 100 melhores álbuns dos anos 90

Metallica: tentamos ser acessíveis sempre, diz Lars UlrichMetallica
"tentamos ser acessíveis sempre", diz Lars Ulrich

Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336