Resenha - Attack!!! - Yngwie Malmsteen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Taí um cara que andava devendo um bom cd. Desde "Facing the Animal", o sueco voador da guitarra só produziu cd's razoáveis, como "Alchemy" e o fraco "War to End All Wars", cuja tour gerou uma baita polêmica em Porto Alegre, com o sueco executando o hino americano várias vezes, e a galera provocando com gritos de "Osama!", o que fez Malmsteen e seu tecladista, Derek Sherinian, ficarem revoltados. Mas sanados os ânimos, o velocista das notas retorna com um bom line up e disposto a fazer um bom cd. Será que conseguiu?

Mikael Akerfeldt: Yngwie Malmsteen é um grande guitarrista, mas só tem feito merdaGuns N' Roses: a família brasileira de Axl Rose

Olha... ainda fica devendo. Mas que este está bem melhor que os outros isso está. "Razor Eater", a primeira faixa, é um heavy tradicional estilo Malmsteen dos anos 80, pecando apenas pelo solinho chato que inicia a música. Mas músicas como "Rise Up" e o quase speed "Rise Up", mostram um Yngwie inspirado, escorado pelo excelente vocalista Doggie White (ex-Rainbow), o tecladista competentíssimo Derek Sherinian (que até hoje se desculpa por ter ofendido os fãs brasileiros) e o batera Patrick Johansson. Este excelente line-up produz pérolas como "Ship of Fools" (show de vocal por parte de Doggie) e a excepcional "Stronghold", que cativa na primeira audição e a speed total "Iron Clad" que pode detonar alguns pescoços ao vivo.

Yngwie realmente melhorou muito como compositor e agora mescla seu heavy tradicional com pitadas rockeiras, principalmente na rockeira "Maddog". Outros pontos altos seriam as épicas "In The Name of God" e "Valhalla", aonde a banda esbanja habilidade e Malmsteen capricha nas bases, não sendo apenas um velocista nos solos. Destaque para a quase pop-rock "Touch the Sky", que lembra muito a época do cd "Fire and Ice". Os números instrumentais, "Baroque and Roll", "Majestic Blue" e "Air", são momentos de total interação entre Malmsteen e a banda, auxiliado pelos teclados magistrais de Derek (como esse cara manja de teclado) e pela bateria correta de Patrick.

O Sueco está acertando mais e mais a cada dia, principalmente no Line Up, que mostra ser um dos melhores que ele já formou. Um pouco mais de manha, coisa que ele tem de sobra, e ele aprontará um cd excepcional. Vale ouvir e conferir, e vamos torcer que a passagem pelo Brasil seja pacífica! ;)

Site oficial: www.yngwie.org




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Yngwie Malmsteen"


Mikael Akerfeldt: Yngwie Malmsteen é um grande guitarrista, mas só tem feito merdaMikael Akerfeldt
Yngwie Malmsteen é um grande guitarrista, mas só tem feito merda

Tim Ripper Owens: Caí fora da banda de Malmsteen sem falar nadaTim "Ripper" Owens
"Caí fora da banda de Malmsteen sem falar nada"

Paganini e o Heavy Metal: a onipresença do Capriccio nº 24 no Heavy MetalPaganini e o Heavy Metal
A onipresença do "Capriccio nº 24" no Heavy Metal

Yngwie Malmsteen: Blackmore foi o último que o impressionouYngwie Malmsteen
Blackmore foi o último que o impressionou


Guns N' Roses: a família brasileira de Axl RoseGuns N' Roses
A família brasileira de Axl Rose

G.G. Allin: o extremo dos extremosG.G. Allin
O extremo dos extremos

Metal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?Metal
Adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

Guitarra: os melhores solos da história segundo a Guitar WorldGuitarra
Os melhores solos da história segundo a Guitar World

Marilyn Manson: 7 coisas que você não sabia sobre eleMarilyn Manson
7 coisas que você não sabia sobre ele

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

Full Rock: músicas perturbadoras e inquietantes que são adoradasFull Rock
Músicas perturbadoras e inquietantes que são adoradas


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336