Resenha - Brotherhood - Running Wild

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Rock and Rolf: Guitarras

Peter Pichl: Baixo
Angelo Sasso: Bateria

Rolf Kasparek está de volta. Depois de alguns adiamentos eis que a irmandade Running Wild (composta apenas por Rolf) lança seu novo cd. Mais uma vez o line-up foi todo mudado, caracterizando o Running Wild como uma one-man-band, mas sem tirar o mérito de Rolf, ou Rock 'n Rolf, que leva a cabo uma instituição do metal.

WELCOME TO HELL!!! É o que ele nos diz na primeira música. De cara ela nos remete ao speed metal que a banda apresentou no seu último cd, o bom "Rivalry", mas as faixas seguintes mostram que a banda deixou o peso de lado e resolveu por uma pegada mais rockeira, como se constata na hard "Soustripers", com um refrão muito bom, e nas contagiantes "Crossfire" e "Unation", lembrando muito o Accept dos bons tempos. Mas a banda não se esqueceu de colocar músicas épicas, que remetem ao clássico "Pile of Skulls", como a faixa título, com introdução acústica e tudo, e na manowariana "Siberian Winter".

Podemos ainda destacar o hard quase pop "Detonator" e a típica Runnind Wild "Pirate Song". Porém os grandes destaques ficaram para o final: "Dr Horror", muito influenciada por Judas Priest, com uma levada massacrante e a magnífica "The Ghost" que, com seus 10 minutos, torna-se o grande destaque, sendo uma síntese de tudo o que ouvimos no cd. A banda é coesa, porém sem grandes destaques, pelo menos consegue manter o pique.

Um bom cd, mas eu ainda prefiro o Masquerade! ;)


Outras resenhas de Brotherhood - Running Wild

Running Wild: O legado de The Brotherhood ainda é mal visto




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Running Wild"


Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com

Top 10: Os mais influentes álbuns de Metal TradicionalTop 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional


Versões originais: 10 músicas que foram tomadas emprestadasVersões originais
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

Covers: alguns dos mais legais feitos por bandas de MetalCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal

Musas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstarsMusas inspiradoras
As esposas mais lindas dos rockstars

Marilyn Manson: 7 coisas que você não sabia sobre eleMarilyn Manson
7 coisas que você não sabia sobre ele

Lemmy: Radiohead e Coldplay são bandas sub-emoLemmy
"Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"

Nikki Sixx: ele não se lembra de estupro em livro, que pode ter partes inventadasNikki Sixx
Ele não se lembra de estupro em livro, que pode ter partes inventadas

Phil Anselmo: Pouco se fudendo se o Pantera vai se reunirPhil Anselmo
Pouco se fudendo se o Pantera vai se reunir


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336