Resenha - Addition By Subtraction - McGill-Manring-Stevens

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Free Electric Sound (divisão da Laser Edge)

Green Day: 10 coisas que você não sabe sobre a bandaCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião

http://www.lasercd.com

Scott McGill (guitarras)
Michael Manring (baixo)
Vic Stevens (bateria)
participação especial:
Jordan Rudess (teclados)

Gostas de Jazz-Fusion? Caso a resposta seja sim, siga em frente; caso negativo, melhor fechar a janela e buscar outra coisa no site...

Ao saber que este álbum seria editado pela Laser's Edge, esperava algo bem diferente, pois aliada à presença de Jordan Rudess, achei que este trabalho sairia pela "Sensory", divisão especializada em Prog-Metal e similares; qual não foi a minha surpresa ao me deparar com este CD, e constatar que ele serviu para inaugurar mais uma divisão, a "Free Electric Sound", dedicada ao Jazz-Rock e Jazz-Fusion.

Antes de mais nada, cumpre uma pequena explicação: ao contrário do que algumas pessoas pensam, existe uma diferença bem nítida entre Jazz-Rock e Jazz-Fusion (ou simplesmente Fusion); enquanto o primeiro se trata de Rock tocado com influências Jazzísticas (exemplo clássico: Mahavishnu Orchestra), o outro se trata de Jazz com influências de outros estilos, seja Pop, World Music, Salsa, Rumba, e até mesmo Rock - só que, neste caso, a estrutura básica da canção é o Jazz, e não o Rock (exemplo clássico: Weather Report).

Logicamente esta mistura muitas vezes desagrada aos jazzófilos mais puristas, porém têm a vantagem de aproximar do gênero inúmeras pessoas que não são chegadas ao estilo - embora, com o passar dos anos, este rótulo tenha se tornado realmente algo muito vago, vide os artistas que participam dos Festivais de Jazz no Brasil... :o))

Mas o que temos neste trabalho instrumental do trio Scott McGill (guitarras), Michael Manring (baixo) e Vic Stevens (bateria), se trata do que os experts aceitam com naturalidade como Jazz-Fusion, embora com momentos bastante próximos do Jazz-Rock, principalmente nas três canções que contam com a participação do tecladista Jordan Rudess - "We Are Not Amused", "Conflict Resolution" e "In-a-Gadda DaVinci" (será alguma alusão ao lendário álbum do Iron Butterfly?).

Além das três acima, há outras faixas que são quase (note bem: eu disse QUASE!) Prog-Metal, tais como "Zimparty" (que abre o CD), "Conflict Resolution", "Vicodin Shuffle", "Post Hocto-Proct" e a própria faixa-título; porém as demais, talvez pelo fato de carecer de um som de guitarra mais proeminente, tendem a soar um tanto quanto "Muzak" (música de elevador) para ouvidos não treinados - com excessão de "Euzkadi", única composição totalmente acústica do álbum, e que por isso, destoa um bocado das restantes.

Desnecessário dizer que todos são virtuosos nos seus instrumentos, e o entrosamento entre eles é excelente, com a "cozinha" formada por Manring e Stevens dando respaldo às improvisações guitarrísticas de McGill; a produção de Neil Kernon é impecável, nos permitindo ouvir nitidamente cada nuance dos instrumentos, graças também à masterização em HDCD feita por Joe Gastwirt.

Em suma: um trabalho excelente, porém indicado apenas para "iniciados"; se este não é o seu caso, prezado leitor, aconselho ouvir antes de gastar uma parte de seu 13º neste CD...

Faixas:

01 - Zimparty (5:22)
02 - We Are Not Amused (7:02)
03 - KVB Liar (5:14)
04 - The Execution of Veit (0:32)
05 - The Voyage of St. Brendan - Abbot of Clonfert (3:46)
06 - Sil (5:46)
07 - Addition by Subtraction (7:27)
08 - Vicodin Shuffle (4:45)
09 - Euzkadi (3:42)
10 - Conflict Resolution (5:04)
11 - Purging Mendel's Beasts (9:27)
12 - In-A-Gadda Davinci (5:07)
13 - Four Fields (6:28)
14 - Post Hocto-Proct (0:32)

Total - 70:22




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Addition By Subtraction"


Green Day: 10 coisas que você não sabe sobre a bandaGreen Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião

Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

Rolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90Rolling Stone
Os 100 melhores álbuns dos anos 90

Led Zeppelin: as referências em Rock and RollLed Zeppelin
As referências em "Rock and Roll"

Bon Jovi: A coleção do paulista Flávio CelestinoBon Jovi
A coleção do paulista Flávio Celestino


Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.